Elite e legitimação na Faculdade de Direito do Vale do Paraíba

Palavras-chave: institucionalismo, instituições, desenvolvimento econômico, ambiente institucional.

Resumo

Este trabalho tem como objetivo discutir a criação da Faculdade de Direito no Vale do Paraíba em 1954, na cidade de São José dos Campos. Por meio de depoimentos de pessoas que viveram nesse período e publicações de jornais, foi possível concluir que a Faculdade foi criada como consequência da vontade da elite local de criar uma instituição de ensino privada que melhorasse a imagem da cidade e dos atores locais.

Biografia do Autor

Maria Helena Alves da Silva, UNIVAP- Sede São José dos Campos
Graduada em História, mestranda em Planejamento Urbano e Regional pela UNIVAP. É gestora de documentos no CEHVAP - Centro de História e Memória da Univap.
Maria Aparecida Chaves Ribeiro Papali, UNIVAP- sede São José dos Campos
Possui graduação em Historia pela Universidade do Vale do Paraíba, Mestrado em História do Brasil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996) e Doutorado em História Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001). Atualmente é professor doutor da Universidade do Vale do Paraíba, atuando na Graduação ( Curso de História e Geografia) e na Pós- Graduação, como docente permanente do Mestrado em Planejamento Urbano e Regional, na Linha de Pesquisa "Sociedade, Espaço e Cultura". É coordenadora do Núcleo de Pesquisa "Pro-Memória São José dos Campos" e do Laboratório de Pesquisa e Documentação Histórica/ IP&D/UNIVAP.
Antonio Carlos Machado Guimarães, Universidade do Vale do Paraíba (Univap)- Sede São José dos Campos
Bacharel em Ciências Sociais e Mestre em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas. Doutor em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001). Atualmente é colaborador do Programa de Pós-graduação em Planejamento Urbano e Regional da Universidade do Vale do Paraíba, tendo sido coordenador de seu curso de mestrado entre os anos de 2007 e 2009. Atuou como técnico junto à Secretaria Municipal de Planejamento de São Paulo, tendo integrado as equipes de elaboração dos anteprojetos de lei do Plano Diretor Estratégico (2002) e das Subprefeituras (2003) deste município.

Referências

ABREU, Adilson Avansi de. A USP e a estruturação do território paulista. In: PRADO, Maria Lígia Coelho (Org). Cidades universitárias: patrimônio urbanístico e arquitetônico da USP. São Paulo: EdUSP, 2004.

ARAUJO, Tania Bacelar de. A experiência de planejamento regional no Brasil. In: LEVINAS, Lena; CARLEIAL, Liana Maria da Frota; NABUCO, Maria Regina (Org.). Reestruturação do espaço urbano e regional no Brasil. São Paulo: Hucitec, 2000.

CORREIO JOSEENSE. 1955. Disponível em: http://www.camarasjc.sp.gov.br/promemoria/wp-content/uploads/2016/01/1955.pdf. Acesso em: 13 jun. 2019.

CORREIO JOSEENSE. 1954. Disponível em: http://www.camarasjc.sp.gov.br/promemoria/wp-content/uploads/2016/01/1954.pdf. Acesso em: 13 jun. 2019.

BONDESAN, Altino. Depoimento cedido à TV UNIVAP em um documentário sobre tuberculose, feito em 1999. Disponível em DVD no Centro de História e Memória (CEHVAP) da UNIVAP.

DAMASCENO, Maurici. Sobre a Faculdade de Direito. Publicado em 10 de novembro de 2010. Disponível em: http://mauricix.blog.uol.com.br/arch2010-11-07_2010-11-13.html#2010_11-10_13_52_49-2519180-0. Acesso em 28 de Novembro de 2016.

DELAZAY, Yves; GARTH, Bryant. A dolarização do conhecimento técnico profissional e do Estado: processos transnacionais e questões de legitimação na transformação do Estado, 1960-2000. RBCS - Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 15, n. 43, p. 163-76, jun. 2000.

DIAS, Nilceira. Visão aérea da Faculdade de Direito, entre 1960 e 1980. Contribuição enviada para o Google Maps em abril de 2016. Disponível em: https://goo.gl/maps/eBzp5BNGLys. Acesso em: 11 nov. 2016.

ELIAS, Norbert; SCOTSON, John L. Os estabelecidos e os outsiders. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.

HEINZ, Flávio M. Por outra história das elites. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

KNOX, Winifred; TRIGUEIRO, Aline. Quando o desenvolvimento do outsider atropela o envolvimento dos insiders: um estudo de campo de desenvolvimento no litoral do ES. In: CIRCUITO DE DEBATES ACADÊMICOS, 1., 2011. Brasília: IPEA Code, 2011. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/274715065_Quando_o_desenvolvimento_outsiders_atropela_o_envolvimento_dos_insiders. Acesso em: 22 nov. 2016.

LESSA, Simone Narciso. São José dos Campos: O planejamento e a construção do pólo regional do Vale do Paraíba. In: SEMINÁRIO DE HISTÓRIA DA CIDADE E DO URBANISMO, 8., 2004. Anais [...]. Disponível em: https://www.anpuhsp.org.br/sp/downloads/CD%20XVII/ST%20II/Simone%20Narciso%20Lessa.pdf . Acesso em: 22 nov. 2016.

PL 3234/1957. Disponível em: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=210857. Acesso em: 22 jun. 2017.

QUEIROZ, Alberto V. Com a palavra, o prefeito - perfis e depoimentos dos políticos que governaram São José dos Campos na segunda metade do século 20. São José dos Campos, SP: Prefeitura Municipal de São José dos Campos, 2008.

SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão. Cidades médias: reestruturação das cidades e reestruturação urbana. In: SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão (Org.). Cidades médias: espaços em transição. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

VIANA, Paula Carnevale; ELIAS, Paulo Eduardo. Cidade sanatorial, cidade industrial: espaço urbano e política de saúde em São José dos Campos, São Paulo, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 23, n. 6, p. 1295-308, jun. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v23n6/04.pdf. Acesso em: 13 nov. 2016.

ZANETTI, Valéria. Cidade e identidade: São José dos Campos, do peito e dos ares. São Paulo: Annablume/FAPESP, 2012.

Publicado
2019-07-05