Racismo Institucional: desenvolvimento social e políticas públicas de caráter afirmativo no Brasil

  • Elias de Oliveira Sampaio
Palavras-chave: População negra, Racismo institucional, Política pública.

Resumo

O trabalho discute alguns conceitos em torno das políticas públicas para a população negra no Brasil, combase em recentes contribuições inglesas ao debate. Demonstram-se algumas possibilidades de reconstrução conceitualdo tema tratado e apresentam-se aspectos estratégicos para a proposição de políticas públicas de caráter afirmativopara a população negra brasileira, a partir da noção de “racismo institucional”.

Referências

Documentos de Trabalho da Commission for Racial Equality.

GOMES, Joaquim B. Barbosa. Discriminação racial: Um grande desafio para o Direito Brasileiro. Mimeo. 2001.

HALL, Peter A.; TAYLOR, Rosemary C. R. Political Science and the Three New Institutionalisms. Political Studies. 1996. p. 936-957.

IBGE. Censo 2000. Brasília, 2001.

MARQUES, Eduardo César. Notas críticas à Literatura sobre Estado: políticas estatais e atores políticos. BIB, Rio de Janeiro, n. 43, p. 67-102. 1997.

NETO, Leonardo Guimarães. Desigualdades e políticas regionais no Brasil: caminhos e descaminhos. Revista Planejamento e Políticas Públicas, n. 15, IPEA, 1997.

NORTH, Douglas. Institutions, institutional change and economic performance. New York, Cambridge University Press, 1990.

POPULAÇÃO negra, questão racial e pobreza no nordeste: desafios para o setor público e sociedade civil. Relatório de Trabalho. DFID/PNUD, 2001.

SAMPAIO, Elias de Oliveira. Ação coletiva e políticas públicas: uma contribuição ao debate teórico em Administração Pública à luz da teoria de Mancur Olson. In: ENAPAD. Anais... Campinas-SP, 2001.

SILVÉRIO, Valter Roberto. Políticas raciais compensatórias: o dilema brasileiro do Século XXI. 2001. (mimeo).

Publicado
2016-02-29
Seção
Artigos