O crescimento econômico regional de Mato Grosso do Sul

  • Jandir Ferrera de Lima Universidade Estadual do Oeste do Parana - UNIOESTE
  • Moacir Piffer Universidade Estadual do Oeste do Parana - UNIOESTE
  • Leandra Aparecida Perego Ostapechen Universidade Estadual do Oeste do Parana - UNIOESTE
Palavras-chave: crescimento econômico, economia sul-mato-grossense, economia regional.

Resumo

Esse artigo analisa o perfil do crescimento econômico regional do Estado do Mato Grosso do Sul. Para essa análise, foram feitas estimativas quantitativas utilizando dados de Produto Interno Bruto (PIB), população regional, Produto Interno Bruto per capita e a revisão das teorias do crescimento econômico. Os resultados demonstraram que as regiões mais populosas e mais dinâmicas estagnaram, enquanto as regiões periféricas avançaram estimulando a convergência no crescimento econômico regional.

Biografia do Autor

Jandir Ferrera de Lima, Universidade Estadual do Oeste do Parana - UNIOESTE

Ph.D. em Desenvolvimento Regional

Professor do PGDRA e PGE da UNIOESTE

Pesquisador e bolsista do CNPQ

Pesquisador da Fundaçao Araucaria

Moacir Piffer, Universidade Estadual do Oeste do Parana - UNIOESTE
Professor do PGDRA e PGE da UNIOESTE

Pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnologico (CNPQ)

Pesquisador e bolsista da Fundaçao Araucaria
Leandra Aparecida Perego Ostapechen, Universidade Estadual do Oeste do Parana - UNIOESTE

Bolsista de Iniciaçao Cientifica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnologico (CNPQ).

Academica de Ciencias Economicas da Universidade Estadual do Oeste do Parana (UNIOESTE) - Campus de Toledo.

Referências

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Base cartográfica. 2015. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br>. Acesso em: 20 nov. 2015.

IPEADATA. Base de dados regional. 2015. Disponível em: <http://www.Ipeadata.gov.br>. Acesso em: 28 set. 2015.

KON, Anita. A mensuração da desigualdade do desenvolvimento regional no Brasil. In: KON, Anita (Org.). Unidade e fragmentação: a questão regional no Brasil. São Paulo: Perspectiva, 2002. p. 45-64.

KUZNETS, Simon. Crescimento econômico e desigualdade de rendimento. In: SILVA, Manoela (Org.). Desenvolvimento econômico e repartição de rendimento. Lisboa: Estampa, 1983. p. 21- 50.

PAELINCK, John. A teoria do desenvolvimento regional polarizado. In: SCHWARTZMAN, Jacques (Org.). Economia regional: textos escolhidos. Belo Horizonte: Cedeplar, 1977. p. 157-194.

PIACENTI, Carlos. A. O potencial de desenvolvimento endógeno dos municípios paranaenses. Curitiba, PR: Camões, 2012.

PIACENTI, Carlos; FERRERA DE LIMA, Jandir (Org.). Análise regional: metodologias e indicadores. Curitiba, PR: Camões, 2012.

PIFFER, Moacir. Indicadores de base econômica. In: PIACENTI, Carlos; FERRERA DE LIMA, Jandir (Org.). Análise regional: metodologias e indicadores. Curitiba, PR: Camões, 2012. p. 51-62.

RAIHER, Augusta Pelinski (Org.). Economia paranaense: crescimento e desigualdades regionais. Ponta Grossa, PR: Editora da UEPG, 2012.

ROSTOW, Walt White. A decolagem para o crescimento autossustentado. In: AGARWALA, Angus; SINGH, Paul (Org.). A economia do subdesenvolvimento. 2. ed. Rio de Janeiro: Contraponto, 2010. p. 181-212.

WILLIAMSON, John. Desigualdade regional e o processo de desenvolvimento nacional: descrição e padrões. In: SCHAWTZMAN, Jacques (Org.). Economia regional: textos escolhidos. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1977. p. 53-116.

Publicado
2016-12-18