Problemas ambientais desencadeados pelo Plano Nacional de Agroenergia: o caso de Itapuranga, Goiás

  • Simone Pereira de Carvalho
  • Joel Orlando Bevilaqua Marin
Palavras-chave: Políticas agroenergéticas. Agricultura familiar. Meio ambiente.

Resumo

O artigo analisa as contradições entre os discursos ofi cias que legitimam a política nacional agroenergéticae os problemas ambientais desencadeados pela expansão da monocultura canavieira em territórios de agriculturafamiliar. O estudo de caso foi realizado no município goiano de Itapuranga, combinando pesquisa documental,bibliográfi ca e entrevistas. Conclui-se que a política agroenergética agravou os problemas ambientais em Itapurangae provocou alterações nas relações sociedade e natureza.

Referências

ADISSI, P. J.; SPAGNUL, W. A atividade canavieira nordestina e a certificação socioambiental. In: FERRAZ, J. M. G.; PRADA, L. de S.; PAIXÃO, M. (Org.). Certif cação socioambiental do setor sucroalcooleiro. São Paulo: Embrapa Meio Ambiente, 2000.

ANDRADE, M. C. de. Modernização e pobreza: a expansão da agroindústria canavieira e seu impacto ecológico e social. São Paulo: UNESP, 1994.

BIERHALS, J. D. A colheita mecanizada é o futuro da canade- açúcar: leis ambientais e carência de mão-de-obra <http://www.infp.org.br>. Acesso em: 25 jul. 2007.

BORGES, U.; FREITAG, H.; HURTIENNE, T.; NITSCH, M. PROALCOOL: economia política e avaliação sócio-econômica do programa brasileiro de biocombustível. Aracaju: UFS, 1988.

BOURDIEU, P. Coisas ditas. São Paulo: Brasiliense, 1990.

______. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Campinas, SP: Papirus, 1996.

______. A miséria do mundo. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

______. A economia das trocas lingüísticas: o que fala quer dizer. São Paulo: EDUSP, 1998a.

______. Contrafogos: táticas para enfrentar a invasão neo-liberal. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998b.

______. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998c.

BRASIL. Lei Federal n. 9.605 de 12 de fevereiro de 1998. Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 11 out. 2007.

______. Plano Nacional de Agroenergia Revisado 2006-2011. 2. ed. rev. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2006. Disponível em: <http://www.embrapa.br>. Acesso em: 22 abr. 2007.

COPERSUCAR. Proálcool: fundamentos e perspectivas. São Paulo: Copersucar, 1989.

DIAS, F. A questão da água: poluição e uso abusivo In: SEMINÁRIO CIENTÍFICO BRASILEIRO SOBRE AS PROBLEMÁTICAS SOCIAIS E AMBIENTAIS DO SETOR CANAVIEIRO, 2., 2006. Anais... São Paulo: Açúcar Ético, 2006. Disponível em: <http://www.sucre- -ethique.org>. Acesso em: 25 ago. 2007.

FERRAZ, J. M. G. Setor sucroalcooleiro, agribusiness e ambiente. In: FERRAZ, J. M. G.; PRADA, L. de S.; PAIXÃO, M. (Orgs.). Certifi cação socioambiental do setor sucroalcooleiro. São Paulo: Embrapa Meio Ambiente, 2000.

GOIÁS. Lei Estadual n. 15.834, de 23 de novembro de 2006. Dispõe sobre redução gradativa da queima da palha de cana-de-açúcar em áreas mecanizáveis e dá outras providências. Disponível em: <http://www.gabinetecivil. goias.gov.br>. Acesso em: 4 nov. 2008.

GONÇALVES, D. B. Meio ambiente e cana-de-açúcar: impactos e perspectivas. In: SEMINÁRIO CIENTÍFICO BRASILEIRO SOBRE AS PROBLEMÁTICAS SOCIAIS E AMBIENTAIS DO SETOR CANAVIEIRO, 2. Disponível em: <http://www.sucre-ethique.org>. Acesso em: 25 ago. 2007.

INSTITUTO Brasileiro de Geografi a e Estatística (IBGE_. Pesquisa agrícola municipal. 2006. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2007.

MAGALHÃES, J. P. de A.; KUPERMAN, N.;

MACHADO, R. C. Proalcool: uma avaliação global. Rio de Janeiro: Astel, 1991.

MAPA; MCT; MME; MDI&CE. Diretrizes de política de agroenergia 2006-2011. Brasília, DF: MAPA, 2005a. Disponível em: <http://www.mapa.gov.br>. Acesso em: 22 abr. 2007. sília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2005b. Disponível em: <http://www.embrapa.br>. Acesso em: 22 abr. 2007.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO (MDA), SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL (SDT), COORDENAÇÃO GERAL DE NEGÓCIOS E COMÉRCIOS (CGNC) E SECRETARIA DE AGRICULTURA FAMILIAR (SAF). Plano Safra Territorial Vale do Rio Vermelho Goiás (PST). Brasília, 2007.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS. Perito ambiental do MP vistoria área incendiada em Acreúna. Notícia, 26 set. 2008. Disponível em: <http://www.mp.go.gov.br/portalweb/conteudo. jsp?page=9&conteudo=noticia.html>. Acesso em: 28 out. 2008.

MULLER, J. M. Transição, sustentabilidade e agricultura familiar. Perspectiva, Erexim, v. 5, n. 92, p. 53-66, dez. 2001.

NEVES, D. P. Agricultura familiar: quantos ancoradouros! Disponível em: <http://www.prudente.unesp.br>. Acesso em: 8 out. 2007.

______. Os fornecedores de cana e o estado intervencionista: estudo do processo de constituição social dos fornecedores de cana. Niterói: EDUFF, 1997.

PASQUALETO, A.; ZITO, R. K. Impactos ambientais da monocultura da cana-de-açúcar. Goiânia: Ed. UFG, 2000.

RODRIGUES, D.; ORTIZ, L. Em direção à sustentabilidade da produção de etanol de cana-de-açúcar no Brasil. 2006. Disponível em: <http://vitaecivilis.org.br>. Acesso em: 20 ago. 2007.

SACHS, I. Inclusão social pelo trabalho: desenvolvimento humano, trabalho decente e o futuro dos empreendimentos de pequeno porte. Rio de Janeiro: Garamond, 2003.

SANTOS, M. H. M. e C. A expansão canavieira em Goiás e seus ref exos: exemplo de Santa Helena de Goiás. 1987.

Dissertação (Mestrado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1987.

SEPLAN/SEPIN. Goiás em dados 2007. Disponível em: <http://www.seplan.go.gov.br/sepin/>. Acesso em: 15 nov. 2008.

______. Perfil socioeconômico de Itapuranga. Disponível em: <http://portalsepin.seplan.go.gov.br/>. Acesso em: 22 set. 2007.

Publicado
2016-02-12