A pesquisa na área econômica sobre meio ambiente no Brasil: um estudo sobre a produção dos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu da área de Economia de 2007 a 2012

  • Valdineia Ribeiro de Oliveira Centro Universitário Franciscano do Paraná (UNIFAE)
  • Valdir Fernandes Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • Christian Luiz da Silva Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Palavras-chave: Economia. Meio Ambiente. Pós-Graduação Stricto Senso no Brasil.

Resumo

Este artigo tem por objetivo compreender como as questões ambientais vêm sendo incorporadas pela Área de Ciências Econômicas, no contexto dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da CAPES. Os resultados dão conta de que as pesquisas relacionadas às questões ambientais dentro dos programas de Pós-Graduação em Economia ainda são incipientes. Destaca-se o fato de que há uma pouca relação entre a ciência econômica e os problemas ambientais na pós-graduação brasileira, pois há o predomínio de temas relacionados à economia aplicada.

 

Referências

ANDRADE, Daniel Caixeta. Valoração econômica ecológica: bases conceituais e metodológicas. São Paulo: Annablume, 2013.

BAUMOL, W. J.; OATES, W. E. The use of standards and prices for protection of the environment. The Swedish Journal of Economics, v. 73, n. 1, p. 42-54, mar. 1971.

BELL, John Fred. História do pensamento econômico. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.

BRASIL. Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Plano Nacional de Pós-Graduação – PNPG 2011-2020 / Coordenação de Pessoal de Nível Superior. Brasília, DF: CAPES, 2010. (2 v.).

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES. Documento de área 2013. Diretoria de Avaliação. Avaliação Trienal 2013. Disponível em: <http://www.capes.gov.br/images/stories/download/avaliacaotrienal/Docs_de_area/Economia_doc_area_e_comiss%C3%A3o.pdf> Acesso em: 02 abr. 2013.

GEORGESCU-ROEGEN, N. The entropy law and the economic process, Nueva York, Harvard: University Press, 1971.

HACKETT, Steven C. Environmental and natural resources economics. 3. ed. New York, United States: M.E.Sharpe, 2006.

HORKHEIMER, Max. Eclipse da razão. São Paulo: Centauro, 2002.

JEVONS, W. Stanley. A teoria da economia política. Tradução de Cláudia Laversveiler de Morais. São Paulo: Nova Cultural, 1996. (Série Os Economistas).

LISBOA, Armando de Melo. A crítica de Karl Polanyi à utopia do mercado. SOCIUS Working Papers, Lisboa, n. 2/2000, Instituto Superior de Economia e Gestão, Universidade Técnica de Lisboa, 2000.

MALTHUS, Thomas Robert. Princípios de economia política e considerações sobre sua aplicação prática. Tradução de Regis de Castro Andrade, Dinah de Abreu Azevedo e Antonio Alves Cury. São Paulo: Nova Cultural, 1996. (Série Os Economistas).

MARSHALL, Alfred. Princípios de economia, tratado introdutório. Tradução revista de Rômulo Almeida e Ottolmy Strauch. São Paulo: Nova Cultural, 1996. (Série Os Economistas).

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. São Paulo: Livraria Editora Ciências Humanas, 1996. (Livro 1, cap. IV).

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes. Contribuição da pós-graduação brasileira para o desenvolvimento sustentável. Capes na Rio+20. Brasília: Capes, 2012. 194 p.

MOTA, José Aroudo. O valor da natureza: economia e política dos recursos ambientais. Rio de Janeiro: Garamond, 2006.

MOTTA, Ronaldo Seroa. Economia ambiental. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007.

POLANYI, Karl. El sustento del hombre. Barcelona: Mondadori, 1994.

QUIVY, Raymond; CAMPENHOUDT, LucVan. Manual de investigação em ciências sociais. Lisboa: Gradiva, 1998.[C1]

ROMEIRO, A. R. Economia ou economia política da sustentabilidade. In: MAY, P.; LUSTOSA, M. C.; VINHA, V. (Org.). Economia do meio ambiente: teoria e prática. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2003. p. 1-29.

SOLOW, R. M. The economics of resources or the resources of economics. American Economic Review, v. 64, n.2, p. 1-14. 1974.

SMITH, Adam. A riqueza das nações. Tradução de Paulo Henrique Ribeiro Sandroni. São Paulo: Abril Cultural, 1996. (Série Os Economistas).

STIGLITZ, J. E. Growth with Exhaustible Natural Resources. Review of Economic Studies, v. 42, p. 122-152. 1974.

WARD, B. e DUBOS, R. Only one earth: the care and maintenance of a small planet. Harmondsworth: Penguin Books Ltd, 1972.

WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Pioneira, 1996.

WEBER, Max. Economia e sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva. Brasília: Unb, 1999. v. 1.

Publicado
2015-11-23