O que queriam os Kalungas? A transformação do olhar acadêmico sobre as demandas quilombolas do nordeste do Goiás

  • Cecilia Ricardo Fernandes Universidade de Brasília (UnB)
Palavras-chave: Desenvolvimento local. Remanescentes de quilombo, Territorialidade.

Resumo

O artigo tem como objetivo realizar uma retrospectiva sobre a literatura acadêmica, dos últimos trinta anos, sobre as demandas da comunidade quilombola Kalunga, do nordeste do estado de Goiás. A partir da análise de vinte e cinco textos, foram elencadas as principais demandas Kalungas presentes na literatura, que foram separadas em persistentes, parcialmente sanadas e recentes, a fim de se criar um retrato mais completo das transformações vividas por essa comunidade.

 

Referências

ALMEIDA, M. G. Territórios de Quilombos: pelos vãos e serras dos Kalungas de Goiás – Patrimônio e biodiversidade de sujeitos do Cerrado. Ateliê Geográfico, Goiânia, GO, v. 4, n. 1, p. 36-63, fev. 2010.

AMORIM, W. M. Kalunga, uma comunidade tradicional no cerrado goiano: relatos de viagem. Ateliê Geográfico, Goiânia, GO, v. 4, n. 1, p. 211-223, fev. 2010.

ARAÚJO, G. P. O conhecimento etnobotânico dos Kalunga: uma relação entre língua e meio ambiente. 2014. 218p. Tese (Doutorado em Linguística) – Universidade de Brasília (Um), Brasília, DF.

AVELAR, G. A.; DE PAULA, M. V. Comunidade Kalunga: trabalho e cultura em terra de negro. GEOgraphia, n. 9, p. 115-131, 2003.

BAIOCCHI, M. N. Kalunga: povo da terra. Brasília: Ministério da Justiça, 1999. 123 p.

BARRETTO FILHO, H. Populações tradicionais: introdução à critica da ecologia política de uma noção. In: ADAMS, C.; MURRIETA, R. S. S.; NEVES, W. A. Sociedades caboclas amazônicas: modernidade e invisibilidade. São Paulo: Annablume, 2006. p. 109-143.

BARROS, J. R. A percepção ambiental dos quilombolas Kalungas do Engenho e do Vão de Almas acerca do clima e do uso da água. Ateliê Geográfico, Goiânia, GO, v. 6, n. 4, p. 216-236, dez. 2012.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Brasília, DF: Senado, 1998.

BURSZTYN, M. A; BURSZTYN, M. Fundamentos de política e gestão ambiental: caminhos para a sustentabilidade. Rio de Janeiro: Gramond, 2013. 603p.

BUZIN, E. J. W. K.; PARREIRA, I. M.; FIGUEIREDO, R. S. Simulação da produção de pequi no território Kalunga. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, GO, v. 5, n. 7, p. 1-25, 2009. Disponível em: <http://www.conhecer.org.br/enciclop/2009/modelagem.pdf>.

CHIANCA, P. P. Nas vias do reconhecimento: emergência étnica e territorialização Kalunga. 2010. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável) – Universidade de Brasília (UnB), Brasília DF.

COSTA, V. S. A luta pelo território: histórias e memórias do povo Kalunga. 2013. Monografia (Licenciatura em Educação do Campo) Faculdade UnB Planaltina – FUP/UNB, Planaltina, DF.

CRUZ, K. C. M. S.; VALENTE, A. L. E. F. A cachoeira do Poço Encantado: empreendimento familiar e presença Kalunga na cadeia do ecoturismo em Teresina de Goiás. Revista de Economia e Sociologia Rural, Brasília, DF, v. 43, n. 4, p. 779 -804, out./dez. 2005.

DAMANDO, G. I. Os impactos do turismo em Cavalcante – GO. 2003. 42p. Trabalho (Especialização em Turismo e Hospitalidade) – Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF.

DE SOUZA, M. L. A. Comunidades rurais negras e educação no Projeto “Uma História do Povo Kalunga”. RURIS, v. 2, n. 1, p. 73-97, 2008.

DIEGUES, A. C. O mito moderno da natureza intocada. 3. ed. São Paulo: Hucitec, 2001.

FERNANDES, C. R. Saberes e sabores kalungas: origens e consequências das alterações nos sistemas alimentares. 2014. 142p. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável) – Universidade de Brasília, UnB), Brasília, DF.

FRANCO, R. D. A desapropriação e a regularização dos territórios quilombolas. 2012. 196p. Dissertação (Mestrado em Direito Agrário) – Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO.

FURTADO, M. B. Cultura, identidade e subjetividade em uma comunidade quilombola: uma etnografia na comunidade Kalunga. 2013. Dissertação (Mestrado em Processos do Desenvolvimento Humano e Saúde) – Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF.

GODINHO, T. M. O lugar da mulher no Quilombo Kalunga. 2008.156p. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, SP.

JATOBÁ, D. Comunidade Kalunga e a interpelação do estado: da invisibilidade a identidade politica. 2002. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) – Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF.

LEITE, I. B. O Projeto Político Quilombola: desafios, conquistas e impasses atuais. Estudos Feministas, Florianópolis, SC, 16(3), p. 965-977, set./dez. 2008.

LIMA, L. N. M.; NAZARENO, E. Manifestações culturais em território Kalunga: a festa de Nossa Senhora de Aparecida como elemento de (re)afirmação identitária e reaproximação étnica. REMIE Multidisciplinary Journal of Educational Research, v. 2, n. 1, p. 105-127, 2012.

MASSAROTTO, N. P. Diversidade e uso de plantas medicinais por comunidades quilombolas Kalunga e Urbanas, no nordeste do estado de Goiás-GO, Brasil. 2009. 127p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) – Universidade de Brasília (Um), Brasília, DF.

NEIVA, A. C. G. R.; SERENO, J. R. B.; SANTOS, S. A.; FIORAVANTI, M. C. S. Caracterização socioeconômica e cultura da Comunidade Quilombola Kalunga de Cavalcante, Goiás, Brasil: dados preliminares. In: SIMPÓSIO NACIONAL CERRADO, 9, 12-17 out. 2008, Brasília, DF. Anais... Brasília, DF: Embrapa Cerrado, 2008. 8p.

PARÉ, M. L.; OLIVEIRA, L. P.; VELLOSO, A. D. A educação para quilombolas: experiências de São Miguel dos Pretos em Restinga Seca (RS) e da Comunidade Kalunga de Engenho II (GO). Cadernos do CEDES, Campinas, SP, v. 27, n. 72, p. 215-232, maio/ago. 2007.

PROJETO KALUNGA SUSTENTÁVEL. Povo Kalunga. [s.d.]. Disponível em: <http://quilombokalunga.org.br/povo-kalunga/>. Acesso em: 15 set. 2013.

RANGEL, D. L. de O. Aspectos ambientais, sociais e a saúde em território kalunga no estado de Goiás, em 2012. 2014. 215p. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF.

ROCHA, A. P de. C. Entre culturas: quilombola e indígena. 2009. 43p. Monografia (Especialização em Desenvolvimento Sustentável) – Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF.

ROSA, W. D. S. Reza, rezadeiras e juventude na Comunidade Vão de Almas, Cavalcante - GO. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação no Campo) – Faculdade UnB Planaltina- FUP/UnB, Planaltina, DF.

SANTOS, R. C. Saúde e alimentação em comunidades quilombolas de Goiás. 2012. 98p. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) – Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO.

SCHARTZMAN, S.; NEPSTAD, D.; MOREIRA, A. Arguing Tropical Forest conservation: People versus Parks. Conservation Biology, v. 14, n. 5, p. 1370-1374, 2000.

SCHMITT, A.; TURATTI, M. C. M.; CARVALHO, M. C. P. A Atualização do conceito de quilombo: identidade e território nas definições teóricas. Ambiente & Sociedade, Campinas, SP, ano V, n. 10, p. 1-6, set. 2002.

SEPPIR-FUBRA. Levantamento sócio econômico e cultual quilombola Klaunga. Brasília: UnB, 2004.

SIQUEIRA, R. C. M. Instrumentos jurídicos para a organização das atividades agrárias da comunidade kalunga do Engenho II. 2012. 195p. Dissertação (Mestrado em Direito Agrário) – Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO.

SOUZA, B. O. Aquilombar-se: panorama histórico, identitário e político do movimento quilombola brasileiro. 2008. 204p. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) – Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF.

SOUZA, C. L. F. A Comunidade Kalunga. Ateliê Geográfico, Goiânia, GO, v. 4, n. 1, p. 196-210, fev. 2010.

TIBURCIO, B. A.; VALENTE, A. L. E. F. O comércio justo e solidário é alternativa para segmentos populacionais empobrecidos? Estudo de caso em Território Kalunga (GO). Revista de Economia e Sociologia Rural, Brasília, DF, v. 45, n. 2, p. 497-519, abr./jun. 2007.

UNGARELLI, D.B. A comunidade quilombola kalunga do Engenho II: cultura, produção de alimentos e ecologia de saberes. 2009. 92p. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável) – Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF.

VALENTE, A. L. E. F.; GIORDANO, R. N. E.; SILVA, C. M. V; SOUZA, M. L. G.; MAROCLO, A. C. Regularidade e dignidade da segurança alimentar em território Kalunga. CONGRESSO BRASILEIRO DE GASTRONOMIA E SEGURANÇA ALIMENTAR, 1. Brasília: CET/UnB, 2004. v. 1, p. 122-123.

VEIGA, J. E. Desenvolvimento sustentável: o desafio do século XXI. Rio de Janeiro: Garamond, 2005. 220p.

VELLOSO, A. D. Mapeando narrativas: uma análise do processo histórico-espacial da Comunidade do Engenho II – Kalunga. 2007. 162p. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF.

Publicado
2015-11-23