Do marketing territorial ao branding de território: concepções teóricas, análises e prospectivas para o Planalto Norte Catarinense

  • Valdir Roque Dallabrida Universidade do Contestado (SC)
  • Alexandre Assis Tomporoski Universidade do Contestado (SC)
  • Mayara Rohrbacher Sakr Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Palavras-chave: desenvolvimento territorial, branding de território, patrimônio territorial.

Resumo

Branding de Território é concebido como o processo de construção e comunicação de uma marca e da identidade de território. A região em estudo é o Planalto Norte Catarinense (SC-Brasil), com o objetivo de propor indicativos que amparem processos de Branding de Território. É um estudo de caso, embasado na literatura. A imagem de “terra da erva-mate e chimarrão” é reconhecida como o elemento identitário principal de marca do território em estudo.

Biografia do Autor

Valdir Roque Dallabrida, Universidade do Contestado (SC)
Geógrafo, Doutor em Desenvolvimento Regional, com atuação no Programa de Mestrado em Desenvolvimento Regional da Universidade do Contestado (SC-Brasil).
Alexandre Assis Tomporoski, Universidade do Contestado (SC)
Professor do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Regional da Universidade do Contestado. Doutor em História pela UFSC.
Mayara Rohrbacher Sakr, Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Egressa do curso de Administração da Universidade do Contestado e Mestranda na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (Curitiba-PR).

Referências

ANHOLT, S. Competitive identitiy: the new brand management for nations, citeis and regions. Basingstoke England/Nueva Yaork: Palgrave Macmillan, 2007.

ANHOLT, S. Places: Identity, image and reputation. Reino Unido: Palgrave Macmillan, 2010.

BRITO, R. A; ZUZA, M. S. P. Branding. Revista CEPPG, Catalão, n. 21, p. 92-113, 2009.

DALLABRIDA, V. R. Território, governança e desenvolvimento territorial: indicativos teórico-metodológicos, tendo a indicação geográfica como referência. São Paulo: LiberArs, 2016.

DALLABRIDA, V. R. Governança territorial: do debate teórico à avaliação da sua prática. Análise Social, Lisboa, v. 2, n. 215, p. 304-328, 2015a.

DALLABRIDA, V. R. Território. In: SIEDENBERG, D. R. (Org.). Dicionário do Desenvolvimento Regional. Santa Cruz do Sul: Editora Edunisc, 2006. p. 161-162.

DALLABRIDA, V. R. Territory Planning and Management: the theory debate in Brazil and a prospect of practice according to theoretical contributions on Territorial Governance. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, Taubaté, v. 11, n. 4, p. 51-77, 2015b.

DALLABRIDA, V. R. et al. Indicação geográfica da erva-mate no território do Contestado: reflexões e projeções. Desenvolvimento Regional em Debate, Canoinhas, v. 4, n. 2, p. 44-77, jul./dez. 2014.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

KOTLER, P.; HAIDER, D. H.; REIN, I. Marketing places: attracting investment, industry, and tourim to cities, states, and nations. New York: Free Press, 1993.

LÓPEZ-LITA, R.; BENLLOCH, M. T. De la marca comercial a la marca territorio. RECERCA. Revista de Pensament i Anàlise, n. 5, p. 87-100, 2005.

MACHADO, P. P. Lideranças do Contestado: a formação das chefias caboclas (1912-1916). Campinas: Editora da Unicamp, 2004.

MAGNAGHI, Alberto. Il progetto locale. Torino: Bollati Boringhieri, 2000.

MUÑOZ, F. Urbanalización. Paisajes comunes, lugares globales. Barcelona: Gustavo Gili, 2008.

PIKE, A. Geographies of brans and branding. Progress in Human Geography, n. 33(5), p. 619-645, out. 2009.

SAKR, M. R.; DALLABRIDA, V. R. O marketing territorial como estratégia de construção e divulgação da imagem dos territórios: a indicação geográfica como referência. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, 7., Santa Cruz do Sul, RS, 9-11 set. 2015. Anais... Santa Cruz do Sul: UNISC, 2015.

SAN EUGENIO, V. J. Fundamentos conceptuales y teóricos para marcas de territorio. Boletín de la Asociación de Geógrafos Españoles, n. 62, p. 189-211, 2013.

SAN EUGENIO, V. J. Teoría y métodos para marcas de territorio. Barcelona: Editorial UOC, 2012.

SAQUET, M. Por uma geografia das territorialidades e das temporalidades. Uma concepção multidimensional voltada para a cooperação e para o desenvolvimento territorial. Rio de Janeiro: Ed. Consequência, 2015.

SEXTO, C. F.; ARCE, C. M.; VÁZQUEZ, Y. G.; VÁZQUEZ, P. G. El territorio como mercancia: fundamentos teóricos y metodológicos del marketing territorial. Revista de Desenvolvimento Econômico, n. 5, p. 68-79, dez. 2001.

TOMPOROSKI, A. A. O polvo e seus tentáculos. A Southern Brazil Lumber and Colonization Company e as transformações impingidas ao planalto contestado, 1910-1940. 2013. 282f. Tese (Doutorado em História) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, 2013.

Publicado
2016-12-18