Distribuição da pobreza no estado do Ceará: uma abordagem multidimensional

  • Renata Firmino do Amaral Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza, CE
  • Kilmer Coelho Campos Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza, CE
  • Patrícia Verônica Pinheiro Sales Lima Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza, CE
Palavras-chave: Municípios cearenses. Funcionamentos. Índice de Pobreza Multidimensional.

Resumo

O artigo teve como objetivo analisar a pobreza considerando funcionamentos econômicos, de capital humano, de infraestrutura e meio ambiente no estado do Ceará sob uma ótica multidimensional.  Nos resultados, observou-se que o Índice de Pobreza Multidimensional (IPM) decresceu ao longo dos anos estudados, porém o funcionamento ambiental foi o que menos contribuiu para essa evolução, concluindo-se que, as melhorias no índice do Ceará ocorrerão com a ampliação das políticas de convivência com a seca.

 

Referências

ARBACHE, J. S. Pobreza e mercados no Brasil: uma análise de iniciativas de políticas públicas. Brasília: Cepal/DFID, 2003.

AMARAL, R. F. et al. Pobreza multidimensional nas áreas susceptíveis à desertificação no estado do Ceará. In: Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, 51., 2013, Belém. Novas fronteiras da agropecuária no Brasil e na Amazônia: desafios da sustentabilidade. Anais... Belém, 2013.

AMARAL, R. F. Distribuição da pobreza no estado do Ceará: uma abordagem multidimensional. 2014. Dissertação (Mestrado em Economia Rural) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE.

ARAÚJO, M. H. Desigualdade e pobreza no Ceará: o caso do Projeto São José. 2003. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE.

ARAÚJO, J. A.; MORAES, G. S.; CRUZ, M. S. Estudo da pobreza multidimensional no Estado do Ceará. Sobral: Laboratório de Estudos Regionais, 2012. (Texto para discussão). Disponível em: <http//.ler.ufc.br/arquivos/textos%20para%20Discusao_03.pdf>. Acesso em: 1º ago. 2013.

BANCO MUNDIAL. Departamento do Brasil. Relatório sobre o desenvolvimento mundial 1990. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1990.

BANCO MUNDIAL. Brasil: estratégias de redução da pobreza no Ceará. O desafio da modernização includente. Brasília: Banco Mundial, 2003.

BAR- EL, R. (Org.). Reduzindo a pobreza através do desenvolvimento econômico do interior do Ceará. Fortaleza: Premius, 2006.

BEBBINGTON, A. et al. El programa de cofinanciamento de Holanda y sus contribuciones al desarrollo rural em las zonas altas de Peru y Bolivia. Informe de pesquisa. Boulder Colorado, 2002.

BENTO, V. R. S. Centro e periferia em Fortaleza sob a ótica das disparidades na infraestrutura de saneamento básico. 2011. 173f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Geografia) - Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, CE.

BUCKNALL, J.; HAMILTON, K.; KISHOR, N.; KRAUS, C. ;PILLAI, P. Capítulo sobre meio ambiente, 2006. Disponível em: <http://www1.worldbank.org/prem/poverty/portuguese/strategies/srcbook/env0101.pdf>. Acesso em: 1º nov. 2013.

CAMPOS, K. C.; AMARAL, R. F. Índice de pobreza municipal: hierarquização dos municípios no estado do Ceará. In: Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, 51., 2013, Belém. Novas fronteiras da agropecuária no Brasil e na Amazônia: desafios da sustentabilidade. Anais... Belém, 2013.

CANOVA, L. et al. Operationalising Senian capability approach by modelling human development. MPRA Paper, n. 251, posted 8, 2005.

COMIM, F. (Coord.). Poverty & environment indicators. Report prepared for UNDP-UNEP under the poverty and environment initiative. Capability and Sustainability Centre (CSC), St. Edmund’s College, Cambridge. Cambridge, mar. 2008.

DEUS, J. D. B. V. Análise multidimensional da pobreza rural no Brasil para os anos de 2004 e 2009. 2012. Dissertação (Mestrado em Economia Rural) – Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE.

DINIZ, M. B.; DINIZ, M. M. Um indicador comparativo de pobreza multidimensional a partir dos objetivos do desenvolvimento do milênio. Economia Aplicada, Ribeirão Preto, v. 13, n. 13, jul./set. 2009.

FÁVERO, L. P.; BELFIORE, P.; SILVA, F. L.; CHAN, B. L. Modelagem multivariada para tomada de decisões. São Paulo: Campus, 2009. 544p.

FINCO, M. V. A.; WAQUIL, P. D.; MATTOS, E. J. Evidências da relação entre pobreza e degradação ambiental no espaço rural do Rio Grande do Sul. Ensaios FEE, Porto Alegre, v. 25, n. 1, p. 249-276, abr. 2004.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Censo demográfico de 2010. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br>. Acesso em: 12 jan. 2013

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA - IPEA. Estimativas do déficit habitacional brasileiro (PNAD 2007-2012). Brasília, 2013.

INSTITUTO DE PESQUISA E ESTRATÉGIA ECONÔMICA DO CEARÁ – IPECE. A caracterização da extrema pobreza no estado do Ceará. Informe n. 9, 2011. Disponível em: <http://www.ipece.ce.gov.br> Acesso em: 24 out. 2011.

KAKWANI, N. What is Poverty? International Poverty Centre. United Nations Development Programme, Brasília, n. 22, set. 2006.

KLASEN, S. Measuring poverty and deprivation in South Africa. Review of Income and Wealth, v. 46, n. 1, mar. 2000.

LACERDA, F. C. C.; NEDER, H. D. Pobreza multidimensional na Bahia: uma análise fundamentada no indicador multidimensional de pobreza. Revista Desenbahia, Salvador, v. 7, p. 33-70, 2010.

LIMA, P. V. P. S. et al. O programa dos agentes comunitários de saúde (PACS) e os indicadores de saúde da família no Estado do Ceará. In: ENCONTRO ECONOMIA DO CEARÁ EM DEBATE, 4., 2008. Anais.... Fortaleza, 2008.

MAROCO, J. Análise estatística com utilização do SPSS. 2. ed. Lisboa: Edições Silabo, 2003.

MENEZES, V. P. S. As feiras-livres em Fortaleza - retrato da polissemia urbana. 2005. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Centro de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, CE.

MORETTO, C. R.; SCHONS, M. A. Pobreza e meio ambiente: evidências da relação entre Indicadores sociais e indicadores ambientais nos estados brasileiros. In: ENCONTRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA ECOLÓGICA, FORTALEZA, 7. 2007. Anais... Fortaleza, 2007.

NARAYAN, D. et al. Voices of the Poor: Crying out for Change. Washington, D.C.: The World Bank, 2000.

NARDO, M.; SAISANA, M.; SALTELLI, A.; TARANTOLA, S. Tools for composite indicators building. Italy: European Communities, 2005. 134p.

NERI, M. Desigualdade, estabilidade e bem-estar social. EPGE/FGV, 2006 (Série Ensaios Econômicos, n. 637). Disponível em: <http://epge.fgv.br/portal/arquivos/2168.pdf>. Acesso em: 12 ago. 2013.

NUSSBAUM, M. C. Capabilities as fundamental entitlements: sen and social justice. In: Feminist Economics, v. 9, n. 2-3, p. 33-59, 2003.

PIERRO, M. C. D. A educação de jovens e adultos no plano nacional de educação: avaliação, desafios e perspectivas. Educ. Soc., Campinas, v. 31, n. 112, p. 939-959, jul./set. 2010.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO - PNUD. Relatório sobre o Desenvolvimento Humano 2010. New York: PNUD, 2010. Disponível em: <http//www.pnud.org.br/idh/>. Acesso em: 20 jul. 2013.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO - PNUD. Relatório sobre o Desenvolvimento Humano 2011. New York: PNUD, 2011. Disponível em: <http//www.pnud.org.br/idh/>. Acesso em: 20 jul. 2013.

RODRIGUES, M. I. V. A propensão à desertificação do estado do Ceará: análise dos aspectos agropecuários, econômicos, sociais e naturais. 2006. 116 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) – Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza.

RODRIGUES, M. I. V. Análise do plano de desenvolvimento sustentável do estado do Ceará. 2009. Dissertação (Mestrado em Economia Rural) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE.

SEN, A. Desenvolvimento como liberdade. Tradução de Laura Teixeira Motta. 6. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

SHIMIZU, J. Y. Projeção de impactos econômicos do Programa Minha Casa, Minha Vida: uma abordagem de equilíbrio geral computável. 2010. Dissertação (Mestrado em Economia) – Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG.

SILVA, R. G.; RIBEIRO, C. G. Análise da degradação ambiental na Amazônia Ocidental: um estudo de caso dos municípios do Acre. Revista de Economia e Sociologia Rural, Rio de Janeiro, v. 42, n. 1, p. 91-110, jan./mar. 2004.

Publicado
2015-11-23