O efeito do Programa Territorial nas relações sociais dos agricultores familiares do Território da Cidadania do Vale do Rio Vermelho, em Goiás, Brasil

  • Ricardo de Siqueira Camargo
  • Gabriel Medina
Palavras-chave: Programa territorial. Agricultura familiar. Indicadores de rede.

Resumo

Este artigo avalia os efeitos do programa territorial PROINF nas relações sociais de agricultoresfamiliares e também entre os membros do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável(CMDRS). Os resultados mostram que os investimentos ocorridos em benefício direto dos agricultoresresultaram em maior desenvolvimento local do que aqueles voltados às esferas intermediárias de mediaçãoda política territorial.

Referências

ABRAMOVAY, Ricardo. O capital social dos territórios: repensando o desenvolvimento rural. Economia Aplicada, São Paulo, v. 4, n. 2, p. 379-397, abr./jun. 2000.

______. Conselhos além dos limites. Estudos Avançados, São Paulo, v. 15, n. 43, p. 121-137, dez. 2001.

______. Para uma teoria dos estudos territoriais. In: ORTEGA, Antonio Cesar. (Org.). Desenvolvimento territorial, segurança alimentar e economia solidária. Campinas, SP: Alínea, p. 20-36, 2007.

ALVAREZ, Velazquez O. Alejandro; GALLEGOS, Aguilar Norman. Manual introdutório à análise de redes sociais. Tradução Maria Luisa Aires México: Universidade Autônoma do Estado do México, 2006.

BORDIEU, Pierre. Contrafogos 2: por um movimento social europeu. Tradução André Telles. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

______. The forms of capital. In: RICHARDSON, J. (Comp.). Handbook of theory and research for the sociology of education. New York: Greenwood, 1985.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Tradução Magna Lopes. Porto Alegre, RS: Artmed, 2010.

DELGADO, Nelson Giordano; LEITE; Sérgio Pereira. Políticas de desenvolvimento territorial no meio rural brasileiro: novas institucionalidades e protagonismo dos atores. Dados – Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 54, n. 2, p. 431-473, 2011.

FAVARETO, Arilson. A abordagem territorial do desenvolvimento rural; mudança institucional ou “inovação por adição”. Estudos Avançados, São Paulo, v. 24, n. 68, p. 299-319, 2010.

FUINI, Lucas Labigalini. A territorialização do desenvolvimento: construindo uma proposta metodológica. Interações, Campo Grande, MS, v. 15, n. 1, p. 21-34, ja./ jun. 2014.

GRANOVATTER, Mark. The strength of weak ties. American Journal of Sociology, v. 78, n. 6, p. 1360-1380, 1973.

LEITE, Sérgio Pereira; WESZ JÚNIOR, Valdemar João. Um estudo sobre o fi nanciamento da política de desenvolvimento territorial no meio rural brasileiro. Revista Economia Sociologia Rural, Piracicaba, SP, v. 50, n. 4, p. 645-666, 2012.

KAGEYAMA, Angela. Desenvolvimento rural: conceitos e aplicação ao caso brasileiro. Porto Alegre, RS: UFRGS, 2008.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científi ca. São Paulo: Atlas, 1985.

MARTELETO, Regina Maria. Análise de redes sociais: aplicação nos estudos de transferência da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 30, p. 71-81, 2001.

MATOS, Fátima Regina Ney; BASTOS, Adriana Teixeira; MACHADO, Diego de Queiroz. Desenvolvimento local no agreste pernambucano: uma “utopia possível”. Revista Interação, Campo Grande, MS, v. 15, n. 1, p. 147- 157, jan./jun. 2014. MIZRUCHI, Mark S. Análise de redes sociais: avanços recentes e controvérsias atuais. RAE - Revista de Administração de Empresas, Rio de Janeiro, v. 46, n. 3, p. 72-86, jul./set. 2006.

SCHMITT, Cláudia Job. Redes, atores e desenvolvimento rural: perspectivas na construção de uma abordagem relacional. Sociologias, Porto Alegre, RS, ano 13, n. 27, p. 82-112, maio/ago. 2011.

SHNEIDER, Sergio. A abordagem territorial do desenvolvimento rural e suas articulações externas. Sociologias, Porto Alegre, RS, ano 6, n. 11, p. 88-125, jan./ jun. 2004.

Publicado
2016-03-14