Jovens rurais e influências institucionais para a permanência no campo: um estudo de caso em uma cooperativa agropecuária do Triângulo Mineiro

  • Amábile Tolio Boessio Universidade Federal de Santa Maria
  • Sheila Maria Doula Universidade Federal de Viçosa
Palavras-chave: Juventude rural. Reprodução social. Instituições sociais.

Resumo

Objetivou-se investigar a percepção dos jovens rurais filhos de famílias associadas da Cooperativa Agropecuária de Patrocínio (COOPA/MG) sobre o incentivo das instituições (cooperativa e família) para sua permanência no meio rural e na atividade agropecuária, em um estudo de caso com cunho qualitativo do tipo exploratório. Os jovens têm interesse em permanecer no rural e na atividade familiar. Comparando com o estímulo da família, o estímulo da cooperativa é menor.

Biografia do Autor

Amábile Tolio Boessio, Universidade Federal de Santa Maria

Doutoranda em Extensão Rural - UFSM

Pesquisadora do Observatório da Juventude Rural - UFV e do Observatório Mineiro do Cooperativismo

Sheila Maria Doula, Universidade Federal de Viçosa

Docente no Departamento de Economia Rural - Universidade Federal de Viçosa - UFV

Pesquisadora do Observatório da Juventude Rural - UFV e do Observatório Mineiro do Cooperativismo

Referências

ABRAMOVAY, Ricardo et al. Agricultura familiar e sucessão profissional: novos desafios. 2007. Disponível em: <http://www.gp.usp.br/files/denru_sucessao.pdf >. Acesso em: 18 fev. 2014

BERGER, Peter; BERGER, Brigitte. O que é uma instituição social? In: FORACCHI, Marialice; MARTINS, José de Souza (Org.). Sociologia e sociedade: leituras de introdução à Sociologia. 21. ed. Rio de Janeiro: LTC, 1994.

BRANDÃO, Carlos Antônio. Triângulo: capital comercial, geopolítica e agroindústria. 1989. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Planejamento Regional) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituições de Educação Superior e Cursos Cadastrados do Estado de Minas Gerais. [s.d.]. Disponível em: <http://emec.mec.gov.br/>. Acesso em: 18 jul. 2014.

BRUMER, Anita. A problemática dos jovens rurais na pós-modernidade. In: VII CONGRESO LATINOAMERICANO DE SOCIOLOGÍA RURAL, 2006, Quito (Equador). Anales …, 2006.

______. As perspectivas dos jovens agricultores familiares no início do século XXI. In: RENCK, Arlene; DORIGON, Clovis (Org.). Juventude rural, cultura e mudança social. 1. ed. Chapecó, SC: Unochapecó, 2014. p. 115-138.

BRUMER, Anita; SPANEVELLO, Rosani Marisa. Jovens agricultores da Região Sul do Brasil. Porto Alegre, RS: UFRGS; Chapecó, SC: Fetraf-Sul/CUT, 2008. Relatório de Pesquisa.

CARNEIRO, Maria José. O ideal rurbano: campo e cidade no imaginário de jovens rurais. In: TEIXEIRA DA SILVA, Francisco Carlos et al. (Org.). Mundo rural e política. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

CARNEIRO, Maria José; CASTRO, Elisa Guaraná de (Org.). Juventude rural em perspectiva. Rio de Janeiro: Mauad X, 2007.

CASTRO, Elisa Guaraná de Castro et al. Os jovens estão indo embora? Juventude rural e a construção de um ator político. Rio de Janeiro: MAUAD X; Seropédica, RJ: EDUR, 2009.

DONATI, Pierpaolo. Família XXI: abordagem relacional. São Paulo: Paulinas, 2008.

DOULA, Sheila Maria; BOESSIO, Amábile Tolio; PAULA, Debora Brandão; SOUZA, Solange Batista; CARMO, Pollyanna Maria. Jovens que ficam - projetos e concretização da vida profissional da juventude rural da Zona da Mata Mineira. In: SITRE - SIMPÓSIO INTERNACIONAL TRABALHO, RELAÇÕES DE TRABALHO, EDUCAÇÃO E IDENTIDADE, 4., 2014, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte, MG: UFMG, 2014. v. 1, p. 1-18.

DURKHEIM, Émile. As regras do método sociológico. 16. ed.São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2001.

FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION (FAO). Agricultural cooperatives: paving the way for food security and rural development. 2012. Disponível em: <http://www.fao.org/docrep/016/ap431e/ap431e.pdf>. Acesso em: 20 fev. 2015.

FAVARETO, Arilson. Paradigmas do desenvolvimento rural em questão. São Paulo: Iglu/Fapesp, 2007.

FREITAS, Alair Ferreira de; FREITAS, Alan Ferreira de. Interações entre organizações coletivas na promoção do desenvolvimento local. Interações, Campo Grande, MS, v. 14, n. 2. p. 177-188, jul./dez. 2013.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). 2010. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/default.shtm>. Acesso em: 10 ago. 2014.

LORETO, Maria das Dores Saraiva de. A economia familiar na pequena produção. In: SIMPÓSIO DE ECONOMIA FAMILIAR: Economia familiar: uma olhada sobre a família nos anos 90, 1. Viçosa: UFV, 1996. p. 187-215.

PATROCÍNIO. Site da Prefeitura. [s.d.]. Disponível em: <http://www.patrocinio.mg.gov.br/> . Acesso em: 3 ago. 2014.

PAULO, Maria de Assunção Lima de. Juventude rural: suas construções identitárias. 1. ed. Recife, PE: Editora Universitária UFPE, 2011. 324p.

PRADO, Danda. O que é família. São Paulo: Brasiliense, 1988.

PRESNO AMODEO, Nora Beatriz. As cooperativas agroindustriais e os desafios da competitividade. 1999. Tese (Doutorado em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade) – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

REDIN, Ezequiel. O futuro incerto do jovem rural. INTESA, Pombal, PB, v. 8, n. 1, p. 37-43, jan./dez. 2014.

______. Jovem rural em questão. Revista Sociais e Humanas, Santa Maria, RS, v. 25, n. 01, p. 123-139, jan./jun. 2012.

SCHMIDT, Derli; PERIUS, Vergílio. Cooperativismo e cooperativa. In: CATTANI, Antônio David. A outra economia. Porto Alegre, RS: Veraz, 2003.

SCHULS, Almiro; GATTI JÚNIOR, Décio; SILVA, Jefferson Ildefonso da. As políticas públicas de educação e as instituições de educação superior do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. In: ANPED. GT: Política e Educação Superior. Anais... Rio de Janeiro, 2000. Disponível em: <http://www.anped11.uerj.br/23/1101p.htm>. Acesso em: 3 ago. 2014.

SILVESTRO, Milton Luiz et al. Os impasses da sucessão hereditária na agricultura familiar. Florianópolis, SC: Epagri; Brasilia: Nead, Ministério do Desenvolvimento Agrário, 2001.

SOUZA, Eliete Ramos. A escola como instituição social: revisitando a função social da escola. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR.

SPANEVELLO, Rosani Marisa et al. A migração juvenil e as implicações sucessórias na agricultura familiar. Revista de Ciências Humanas, Florianópolis, SC, v. 45, n. 2, p. 291-304, out. 2011.

STROPASOLAS, Valmir Luiz. O mundo rural no horizonte dos jovens. Florianópolis, SC: Editora da UFSC, 2006.

______. Os desafios da sucessão geracional na agricultura familiar. Revista Agriculturas, v. 8, n. 1, p. 26-29, mar. 2011.

VALADARES, José Horta. Cooperativismo rural. Associação Brasileira de Educação Agrícola Superior – Curso de Administração Rural (Módulo 9). Brasília: ABEAS, 1999. 69 p.

WANDERLEY, Maria de Nazareth Baudel. O mundo rural como um espaço de vida – reflexões sobre a propriedade da terra, agricultura familiar e ruralidade. Porto Alegre, RS: UFRGS Editora, 2009.

Publicado
2016-08-22