Gestão do desenvolvimento econômico local: algumas considerações

  • Claudete de Castro Silva Vitte
Palavras-chave: Gestão do desenvolvimento econômico local, município, território.

Resumo

O objetivo deste trabalho é discutir alguns limites e oportunidades das estratégias de desenvolvimentoeconômico para a gestão local. O trabalho resgata a origem do debate no cenário internacional; apresenta como essetema é incorporado na agenda de discussão política no Brasil; aponta a importância de uma das perspectivasanalíticas da Geografia para a compreensão do tema, que é a valorização do espaço e sugere um modelo metodológicopara o estudo da gestão do desenvolvimento local.

Referências

AMARAL FILHO, Jair do. Desenvolvimento regional endógeno em um ambiente federalista. Planejamento e Políticas Públicas. Brasília: IPEA, n.14, 1996.

ARAÚJO DA COSTA. João Bosco. A Ressignificação do Local: o imaginário político brasileiro pós-80. São Paulo em Perspectiva. São Paulo: SEADE, jul./set., 1996.

BARQUERO, Antonio Vázquez. Política Económica Local: la respuesta de las ciudades a los desafíos del ajuste productivo. Madrid: Ediciones Pirámide, 1993.

______. Desenvolvimento local: Novas dinâmicas na acumulação e regulação do capital. Ensaios FEE. Porto Alegre: FEE, v.16, n.01, 1995.

BOISIER, Sérgio & SILVA, Verônica. Propiedad Del capital y desarrollo regional endógeno en el marco de las transformaciones del capitalismo actual: Reflexiones acerca de la Región del Bío-Bío, Chile. In : LLORENS, Francisco Alburquerque et alii. Revolución Tecnológica y reestruturación Productiva: impactos ydesafíos territoriales. Buenos Aires: ILPES/ONU/PUC/ Grupo Ed. Latinoamericano, 1990.

COCCO Giuseppe & GALVÃO Alexander Patêz. Sobre a “tropicalização” do desenvolvimento local: algumas reflexões a respeito do modelo italiano. In: SILVEIRA, Caio Márcio & REIS Liliane da Costa (Orgs.). Desenvolvimento local: dinâmicas e estratégias. Rio de Janeiro: Rede DLIS/RITS, 2001.

COCCO, Giuseppe. Cidades e Territórios na “Terceira Itália”: conflitos sociais, políticas públicas e novo empresariado. Cadernos IPPUR. Rio de Janeiro: UFRJ/ IPPUR, ano X, n.1, p.37-48, 1996.

COELHO, Franklin D. Desenvolvimento local e construção social: o território como sujeito. In: SILVEIRA, Caio M. & REIS, Liliane C. Desenvolvimento local: dinâmicas e estratégias. Rio de Janeiro: RITS/Rede DLIS, 2001.

______. Reestruturação econômica e as novas estratégias de desenvolvimento local. In: FONTES, Ângelo & COELHO, Franklin Dias (Org.). Desenvolvimento econômico local: Temas e abordagens. Rio de Janeiro: IBAM/SERE/FES, 1996.

COELHO, Franklin Dias. O Município como Agente de Desenvolvimento Econômico. Revista de Administração Municipal. Rio de Janeiro: IBAM, v.41, p.23-33, jan./mar., 1994.

EGLER, Cláudio. As escalas da economia: uma introdução à dimensão territorial da crise. Revista Brasileira de Geografia. Rio de Janeiro: FIBGE, n.53, 1991.

FISCHER, Tânia. Poder Local: Um Tema em Análise. In.

FISCHER Tânia (org.). Poder Local - Governo e Cidadania. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, p.10-20, 1993.

FREI, Klaus. Crise do Estado e estilos de gestão municipal. Lua Nova. São Paulo: CEDEC, n.37, p.107- 138, 1996.

GOTTDIENER, Mark. A teoria da crise e a reestruturação sócio-espacial: o caso dos Estados Unidos. In: VALLADARES, L. & PRETECEILLE, E. (Orgs.). Reestruturação urbana: tendências e desafios. São Paulo: Nobel/UPERJ, 1990.

HARVEY, David. Do gerenciamento ao empresariamento: a transformação da administração urbana no capitalismo tardio. Espaço & Debates. São Paulo: NERU, n.39, 1996.

MASSOLO, Alejandra. Em direção às bases: descentralização e município. Espaço & Debates. São Paulo: NERU, n.24, 1988.

MATTOS, Carlos A. de. Globalização e metropolização: Santiago, uma história de mudança e continuidade. In: RIBEIRO, Luiz César de Queiroz de (Org.) . O futuro das metrópoles: desigualdades e governabilidade. Rio de Janeiro: Revan: FASE, 2000.

MORAES, Antonio Carlos Robert. Capitalismo, Geografia e Meio Ambiente. 2000a. Tese de Livre Docência – Universidade de São Paulo/FFLCH, São Paulo.

______. Bases da formação territorial do Brasil: O território brasileiro no “longo” século XVI. São Paulo: HUCITEC, 2000b.

______. Território e História no Brasil. São Paulo: HUCITEC, 2002.

OTH, Valére. O desenvolvimento: indicadores e tentativa de avaliação. Revista Geografia. São Paulo: UNESP, n.14, 1997.

PRETECEILLE, Edmond. Paradigmas e problemas das políticas urbanas. Espaço & Debates. São Paulo: NERU, n.29, 1990.

PUTNAM. Roberto D. Comunidade e democracia: a experiência da Itália Moderna. Rio de Janeiro: FGV, 1996.

SÁNCHEZ, Joan-Eugeni. Geografia Política. Madrid: Editorial Sintesis, 1992.

SEN. Amartya. O desenvolvimento como expansão das capacidades. Lua Nova. São Paulo: CEDEC, n.28/29, p.313-333, 1993.

SILVA, Claudete de Castro. Transformações recentes nas gestões de desenvolvimento urbano: alguns exemplos internacionais. Revista Rae Gá. Curitiba: UFPR, n.2, 1998a.

______. Desenvolvimento econômico, modelo federativo e município no Brasil: Análise de estratégias de desenvolvimento econômico local nas gestões municipais de Ribeirão Preto (SP) na década de noventa. Tese de Doutorado (doutorado em Geografia Humana) – FFLCH da Universidade de São Paulo, 1998b.

TRIGAL, Lorenzo López & DEL POZO, Paz Benito. Geografia Política. Madrid: Cátedra, 1999.

VAINER, Carlos Bernardo. As escalas do poder e o poder das escalas: o que pode o poder local? Cadernos IPPUR. Rio de Janeiro: IPPUR, ano XV, n.2, ago/dez, 2001 e jan/jul, 2002.

VITTE, Claudete de Castro Silva. A crise do federalismo brasileiro. Ra’e Ga: o espaço geográfico em análise. Curitiba: UFPR, n.3, 1999.

Publicado
2016-02-22
Seção
Artigos