O Cumbaru( Dipteryx alata Vog.), o desenvolvimento local e a sustentabilidade biológica no assentamento Andalucia, Nioaque/MS

  • Rosemarly Fernandes Mendes Candil
  • Eduardo José de Arruda
  • Andréa Haruko Arakaki
Palavras-chave: Assentamento, desenvolvimento local, sustentabilidade

Resumo

Este artigo contextualiza a importância da sustentabilidade biológica do Cumbaru (Dipteryx alata Vog.) eo aproveitamento das potencialidades da comunidade para o desenvolvimento local do assentamento Andalucia. Odesenvolvimento em bases locais é hoje uma das alternativas mais fecundas, como caminho para a resolução dosgraves problemas com os quais se defrontam os trabalhadores rurais e os municípios de predominância rural.

Referências

ÁVILA, V. et al. (Org.) Formação educacional em desenvolvimento local: relato de um estudo em grupo e análise de conceitos. 2.ed. Campo Grande: UCDB, 2001.

BORGES, Miguel. A segurança alimentar e a sustentabilidade do agroecossistema. Disponível em: <http://www.mborges@asrr.arsusda.gov.htm>. Acesso em: 13 jan. 2003.

CANDIL, R.F.M. A capacitação construtiva local e o estímulo ao uso do cumbaru (Dipterix alata Vog.) no incremento de renda em assentamento rural: o caso do assentamento Andalucia, Nioaque/MS. Campo Grande: UCDB, 2004. Mestrado.

COSTA, R.B.; ARRUDA, E.J.; OLIVEIRA, L.C.S. Sistemas Agrossilvipastoris como alternativa sustentável para agricultura familiar. Interações - Revista Internacional de Desenvolvimento Local. Campo Grande: UCDB, v.3, n.5, p.26, Setembro, 2002.

DURSTON, J. Construindo capital social comunitário. Revista da CEPAL, n.69, dez, 1999.

FERREIRA, A.B. de H. F. Mini Dicionário Aurélio Século XXI. O mini dicionário da língua portuguesa. 4.ed. Rio de Janeiro: Fronteira, 2001.

INCRA. Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Programa de consolidação emancipação (autosuficiência) de assentamentos da reforma agrária. Plano de consolidação do assentamento Andalucia. Nioaque/MS, v.2, set., 2002.

JARA, Carlos Júlio. J. Capital social: Construindo redes de confiança e solidariedade. Capital social e desenvolvimento social sustentável. IICA, Quito: SEPLAN, nov., 1999.

KLIKSBERG.B. Capital social y cultura, claves essenciales del desarrollo. Revista da CEPAL, n.69, dezembro, 1999.

MARTIN, J.C. Desarrollo local para um nuevo desarrollo rural. Interações – Revista Internacional de Desenvolvimento Local. Campo Grande: UCDB, n.3, v.2, set., 2001.

MENDEZ, R. Innovación y resed de coopéración para el Desenvolvimento Local. Interações – Revista Internacional de Desenvolvimento Local. Campo Grande: UCDB, n.3, v.2, set., 2001.

NOVAES, W. Uma política para o Cerrado. Disponível em: <http://www.cepen.com.br>. Acesso em: 4 abr. 2004.

PROKER, J. G. Cooperação e Cooperativismo no movimento dos trabalhadores rurais sem terra. Reforma agrária. Disponível em: <http://www.comciencia.br>. Acesso em: 5 abr. 2003.

PUTNAM, R. Capital social e desempenho institucional. In: Cap. VI da obra Comunidade e democracia: a experiência da Itália Moderna. FGV, 1996. RAMOS, J. B. Ecologia e Desenvolvimento, n.102, 2002.

SILVA, D. B. et al. Frutas do cerrado. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2001.

SILVEIRA, C.; BOCAYUVA, C.; ZAPATA, T. Ações integradas e desenvolvimento local: tendências,

oportunidades e caminhos. São Paulo: EAESP/FGV.

Publicado
2016-02-19
Seção
Artigos