A RILA, Porto Murtinho e seu patrimônio cultural: perspectivas para a preservação

Palavras-chave: Rota Bioceânica, infraestrutura, agronegócio, água, preservação

Resumo

Como parte dos estudos desenvolvidos pela Rede Universitária da Rota de Integração Latino Americana (UniRila), esta proposta pretende contextualizar o município de Porto Murtinho no processo de ocupação do interior do continente sulamericano, entendendo a Rota de Integração Latino Americana como evento culminante do processo de territorialização-desterritorialização-reterritorialização da região. Para tanto são considerados aspectos históricos, econômicos, geográficos e geológicos, sem os quais as condições de urbanização não seriam compreendidas plenamente e as políticas públicas se mostrariam deficitárias.  Pretende-se chamar a atenção para o impacto que a produção e exportação de commodities temsobre o território ora em questão.

Biografia do Autor

Rodrigo Mendes de Souza, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Mestre na área de História da Arte com a dissertação "O olho e a mão: Walter Gropius" pelo programa de pós-graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, sob orientação do Prof. Dr. Mário Henrique Simão D´Agostino. Dedicação a estudos de design,arte e arquitetura modernas, Bauhaus, Walter Gropius, L.Moholy-Nagy, J. Itten e J. Albers. Doutorando pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Sâo Paulo com pesquisa sobre os cursos de Paul Klee Wassily Kandinsky. Esta pesquisa recebe auxílio da CAPES para a pesquisa dos acervos da Bauhaus na Alemanha e é desenvolvida também na Technische Universität Berlin sob orientação do professor Dr. Jörg Gleiter.

Juliana Villela Junqueira, Universidade de São Paulo (USP)

Doutoranda em Arquitetura e Urbanismo, na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo -FAUUSP -, junto à área de concentração Projeto, Espaço e Cultura, linha de pesquisa Projeto, Espaço e Cultura. Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela FAUUSP (2014). Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2007). Integra o grupo de pesquisa ?Representação dos lugares na cultura brasileira?, sediado na FAUUSP. Suas pesquisas concentram-se nas áreas de história da arquitetura, com ênfase no campo cultural da arquitetura moderna, nos diálogos do modernismo e do pensamento social e urbano no Brasil.

Maria Margareth Escobar Ribas Lima, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN-MS)

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Gama Filho (1981), mestrado em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000) e doutorado em Programa de Pós Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (2016). Em fevereiro de 2020 finalizou o pós-doutorado na Universidade de Lisboa-Portugal, na Faculdade de Belas Artes Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Foi Superintendente do IPHAN no Estado de Mato Grosso do Sul no período de 1999 a 2011.

Érika Santos Silva, Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)

Possui graduação em Artes Visuais pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2011), graduação em Arquitetura e Urbanismo, pela Universidade Anhanguera-Uniderp (2015). Mestre em Desenvolvimento Local em Contexto de Territorialidades, pela Universidade Católica Dom Bosco (2018). Cursando doutorado em Desenvolvimento Local em Contexto de Territorialidades, pela Universidade Católica Dom Bosco (com conclusão para 2022). E integra o Grupo de Pesquisa Patrimônio Cultural, Direito e Diversidade (Cnpq).

Mariana de Barros Casagranda Akamine, Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)

Arquiteta e Urbanista pela Universidade Anhanguera - Uniderp (2012). Mestranda em Desenvolvimento Local pela Universidade Católica Dom Bosco - UCDB. Pós-graduação em nível de especialização lato sensu em Design de Interiores pela Universidade Católica Dom Bosco - UCDB (2017). Pós-graduação em nível de especialização lato sensu em Reabilitação Ambiental Sustentável Arquitetônica e Urbanística pela Universidade de Brasília - UNB (2014). Atuou como docente na Universidade Anhanguera - Uniderp nos Cursos de Arquitetura e Urbanismo, Tecnologia em Produção Multimídia e Engenharia Civil. Atualmente docente no Centro Universitário Unigran Capital, no Curso de Arquitetura e Urbanismo.

Referências

ASATO, T. A.; GONÇALVES, D. F.; WILKES, E. P. Perspectivas do Corredor Bioceânico para o desenvolvimento local no estado de MS: o caso de Porto Murtinho. Interações, Campo Grande, MS, v. 20, n. especial, p. 141-57, 2019.

BAUDRILLARD, Jean. A sociedade de consumo. Rio de Janeiro, Elfos, 1995, p. 68. 2

MAPBIOMAS. Produtos. Mapbiomas Brasil, [s.l.], 2021. Available at: https://mapbiomas.org/produtos. Access on: 1st June 2021.

ELIAS, D. S. Agronegócio e novas regionalizações no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais da UFABC, Santo André, v. 13, n. 2, p. 153-67, 2011.

FERNÁNDEZ-GALIANO, L. El fuego y la memoria: sobre arquitectura y energía. Madri: Alianza Editorial, 1991.

JAKOB, Michael. Arquitectura y energía. Revista 2G, Barcelona, n. 18, 2001.

RIEGL, A. O culto moderno dos monumentos: a sua essência e a sua origem. Tradução de Werner Rotchschild Davidsohn e Anat Falbel. São Paulo: Perspectiva, 2014.

ROLNIK, R. Um novo lugar para o velho centro. Vitruvius, São Paulo, 2006. Available at: http://www.vitruvius.com.br/minhacidade/mc164/mc164.asp. Access on: 17 Apr. 2015.

SANTOS, B. S. A Universidade no Século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da Universidade. São Paulo: Cortez, 2005.

SANTOS, M. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. 4. ed. 2. reimpr. São Paulo: Editora da USP, 2008. V. 1.

SILVA J. S. V.; ABDON, M. M. Delimitação do Pantanal Brasileiro e suas sub-regiões. Revista Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 33, n. especial, p. 1703-11, out. 1998.

SOUZA, E. B. C.; GEMELLIE, V. Território, região e fronteira. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais da UFABC, Santo André, v. 13, n. 2, p. 101-16, 2011.

VILLAÇA, F. Espaço intraurbano no Brasil. São Paulo: Studio Nobel, 1998.

Publicado
2021-12-14
Como Citar
de Souza, R. M., Villela Junqueira, J., Escobar Ribas Lima, M. M., Santos Silva, Érika, & de Barros Casagranda Akamine, M. (2021). A RILA, Porto Murtinho e seu patrimônio cultural: perspectivas para a preservação. Interações (Campo Grande), 22(4), 1227-1242. https://doi.org/10.20435/inter.v22i4.3434