Projetos profissionais de jovens universitários/as que residem no meio rural: estudo de caso dos/as jovens do município de Meleiro, SC

  • Daiana Panciera Casagrande
  • Giovana Ilka Jaciento Salvaro
  • Dimas de Oliveira Estevam
Palavras-chave: Agricultura familiar. Juventude rural. Projetos profissionais.

Resumo

A pesquisa originária do presente artigo buscou descrever os projetos profissionais de jovens universitários que residem no meio rural do município de Meleiro, SC, e foi realizada no segundo semestre de 2011. Os sujeitos do estudo foram 23 universitários (16 moças e sete moços) que se deslocam de ônibus diariamente do município de Meleiro para estudar em faculdades/universidades da região de Criciúma, SC. O questionário, autoaplicável e anônimo, foi utilizado como procedimento de coleta de dados, e a análise foi desenvolvida por meio das abordagens quantitativa e qualitativa. No processo de análise dos dados, entre outras questões, foi possível constatar a busca por projetos profissionais que não incluem a permanência no meio rural

Referências

CARNEIRO, Maria José. O ideal urbano: a relação campo e cidade no imaginário de jovens rurais. In: TEIXEIRA DA SILVA, F. C.; SANTOS, R.; COSTA, L. F. C. (Orgs.). Mundo rural e política: ensaios interdisciplinares. Rio de Janeiro. Campus: Promex, 1999, p. 97-115.

CORADINI, Lucas. Autonomia e Projetos Profi ssionais das Jovens na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul. In: BRASIL - Presidência da República. Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres. 3º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero – redações e artigos científicos vencedores. Brasília, 2008. p. 176-188.

ESTEVES, Luiz Carlos Gil; ABRAMOVAY, Miriam. Juventude, pelos outros e por elas mesmas. In:

ESTEVES, Luiz Carlos Gil; ABRAMOVAY, Miriam; ANDRADE, Eliane Ribeiro. Juventude: outros olhares sobre a diversidade. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade; Unesco, 2007. p. 21-56.

FERREIRA, Brancolina; ALVES, Fábio. Juventude rural: alguns impasses e sua importância para a agricultura familiar. In: CASTRO, Jorge Abrahão de; AQUINO, Luseni Maria C. de; ANDADRE, Carla Coelho de. (Orgs.). Juventude e políticas sociais no Brasil. Brasília: IPEA, 2009. p. 245-257.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GLÜCK, Renê. Perfi l cultural e turístico dos municípios catarinenses: município de Meleiro. Forquilhinha, SC:

Glück Edições, 2007.

GOULART, Evando Quirino; GEHLEN, Joel. Tifa Esperança: uma abordagem socioeconômica e ambiental do Projeto Microbacias 2, no Norte Catarinense. Joinvile/ SC: Letra Dágua, 2008.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2011.

______. Censo 2000. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2011.

______. Censo 1996. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2011.

______. Censo 1991. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2011.

______. Censo agropecuário 2006. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2011.

______. Produção agrícola municipal - cereais, leguminosas e oleaginosas 2007. Disponível em: <http://www.ibge.gov. br/cidadesat/topwindow.htm?1>. Acesso em: 3 nov. 2011.

OLINGER, Glauco. Êxodo rural: campo ou cidade? Florianópolis: ACARESC, 1991.

PAULILO, Maria Ignez S. Trabalho familiar: uma categoria esquecida de análise. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 12, n. 1, p. 229-252, jan/abr. 2004.

RICHARSON, Roberto Jarry. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas,1999.

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SANTA CATARINA (SEBRAE/SC). Santa Catarina em números: Meleiro. Florianópolis: SEBRAE/SC, 2010.

SILVA, José Graziano da. A nova dinâmica da agricultura brasileira. 2. ed. rev. Campinas: UNICAMP. IE, 1998.

SILVESTRO, Milton Luiz et al. Os impasses sociais da sucessão hereditária na agricultura familiar. Florianópolis: EPAGRI; Brasília: Nead/Ministério do Desenvolvimento Agrário, 2001.

SOMARIVA, Domício Filho. O campo está envelhecendo e a juventude perdendo o interesse pela atividade rural. Revista Folha Rural. Meleiro, ed. 22, julho/agosto, 2010.

STROPASOLAS, Valmir Luiz. O mundo rural no horizonte dos jovens. Florianópolis: UFSC, 2006.

TAFNER, José; SILVA, Antônio César da; WEIDUSCHAT,Íris. Caderno de Estudos: Metodologia do Trabalho Acadêmico. 2. ed. Revista e atualizada. Indaial: ASSELVI, 2007.

WANDERLEY, Maria de Nazareth Baudel. Raízes históricas do Campesinato brasileiro. In: TEDESCO, João Carlos (Org.). Agricultura familiar: realidades e perspectivas. 3. ed. Passo Fundo: UPF, 2001, p. 21-55.

Publicado
2016-02-11
Seção
Teoria e Prática