Marketing territorial aplicado a distritos industriais: estratégia de inovação para empreendedorismo e desenvolvimento local

Palavras-chave: áreas industriais, marketing, desenvolvimento territorial

Resumo

O distrito industrial é importante para o desenvolvimento econômico e social, local e regional, enquanto o marketing territorial é relevante para a implementação de ações de empreendedorismo e desenvolvimento. Considerando o potencial de indústrias, as demandas do Corede Noroeste Colonial, no Rio Grande do Sul, e os distritos industriais e o marketing territorial como base teórico-conceitual, o objetivo deste trabalho foi identificar, compreender e analisar as limitações e oportunidades das áreas industriais desta região, diante do seu contexto, articulações e dinâmicas de empreendedorismo e desenvolvimento, à luz das estratégias de marketing territorial. Foram realizadas entrevistas com agentes públicos e gestores empresariais das áreas industriais desta localidade. Verificou-se a expansão de mercado das indústrias, diversidade de produtos e serviços, bem como conscientização dos envolvidos quanto à relevância da interação e cooperação entre atores e dos processos de inovação para o desenvolvimento destas áreas. Constatou-se, porém, demandas quanto à visão empreendedora dos atores, regularização das áreas, infraestrutura, logística e recursos, fatores estes comprometedores do empreendedorismo e desenvolvimento local. Concluiu-se que tais aspectos demandam estratégias de marketing territorial para fortalecer a cooperação entre agentes públicos e privados, contribuindo para captar recursos e desenvolver as dinâmicas territoriais por meio de ações eficazes de governança, empreendedorismo e inovação.

Biografia do Autor

Juliana da Fonseca Capssa Lima Sausen, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ). Bolsista Prosuc/Capes (UNIJUÍ).

Jorge Oneide Sausen, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)

Doutor em Engenharia da Produção e Pós-Doutor em Administração. Professor doutor do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ).

Daniel Knebel Baggio, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)

Doutor em Contabilidade e Finanças. Professor doutor do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ).

Sérgio Luís Allebrandt, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ)

Doutor em Desenvolvimento Regional. Coordenador e professor doutor do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ).

Referências

ALBAGLI, S.; MACIEL, M. L. Informação e conhecimento na inovação e no desenvolvimento local. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 3, p. 9-16, set./dez. 2004.

ARAGONEZ, T.; ALVES, G. C. Marketing territorial: o futuro das cidades sustentáveis e de sucesso. Tourism & Management Studies: Faro, v. 1, p. 316-19, 2013.

BAUER, R. Gestão da mudança: caos e complexidade nas organizações. São Paulo: Atlas, 1999.

BECATTINI, G. The marshallian industrial district as a socio-economic notion. In: PIKE, F.; BECATTINI, G.; SENGENBERGER, W. (Ed.). Industrial districts and interfirm cooperation in Italy.: Geneva: International Institute for Labour Studies [ILO], 1990.

CARGNIN, A. P. Política de desenvolvimento regional no Rio Grande do Sul: vestígios, marcas e repercussões territoriais. 2011. 318 f. Tese (Doutorado em Geografia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2011.

DALLABRIDA, V. R.; SIEDENBERG, D. R.; FERNÁNDEZ, V. R. Desenvolvimento a partir da perspectiva territorial. Desenvolvimento em Questão, Ijuí, ano 2, n. 4, p. 33-62, jul./dez. 2004.

DALLABRIDA, V. R.; TOMPOROSKI, A. A.; SAKR, M. R. Do marketing territorial ao branding de território: concepções teóricas, análises e prospectivas para o Planalto Norte Catarinense. Interações, Campo Grande, MS, v. 17, n. 4, p. 671-85, out./dez. 2016.

FERNANDES, R.; GAMA, R. A cidade digital versus a cidade inteligente: estratégias de desenvolvimento sócio-econômico e/ou de marketing territorial. In: CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO PARA O PLANEJAMENTO URBANO, REGIONAL, INTEGRADO E SUSTENTÁVEL, 2., 2006, Braga. Anais [...]. Braga: Universidade do Minho, 2006a.

FERNANDES, R.; GAMA, R. As cidades e territórios do conhecimento na óptica do desenvolvimento e do marketing territorial. In: COLÓQUIO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, 5., 2006, Viseu. Anais [...]. Viseu: Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu, 2006b.

FÓRUM DOS COREDES. Planos estratégicos de desenvolvimento dos COREDEs 2015-2030: perspectivas estratégicas das Regiões Funcionais. 1. ed. Lajeado: Univates, 2017. 199p.

GAIO, S.; GOUVEIA, L. B. O branding territorial: uma abordagem mercadológica à cidade. Revista A Obra Nasce, p. 27-36, 2007.

KELLER, P. F. Clusters, distritos industriais e cooperação interfirmas: uma revisão da literatura. Revista Economia & Gestão, Belo Horizonte, v. 8, n. 16, p. 30-47, set. 2008.

KOTLER, P.; HAIDER, D. H.; REIN, I. Marketing places: attracting investment, industry, and tourim to cities, states, and nations. New York: Free Press, 1993.

KUTTUBAEVA, T. A.; ISHCHUK, L. V.; ADARINA, R. T.; GLOTKO, A. V.; FEDOSOVA, T. V. Applications of the concept of territorial marketing in forming and implementing competitive advantages for tourist areas. Journal of Environmental Management and Tourism, v. 8, n. 20, p. 713-26, 2017.

LIMA, E. C.; NETO, C. R. O. Análise do desenvolvimento territorial: a contribuição da experiência italiana. Interações, Campo Grande, MS, v. 20, n. 1, p. 51-61, jan./mar. 2019.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 6. ed. Porto Alegre: Bookman, 2012.

MINAYO, M. C. S. (Org.) Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2016.

OLIVEIRA, H. S. Gestão urbana e investimento industrial: considerações sobre o parque automotivo da região metropolitana de Curitiba. Revista Gestão Industrial, Curitiba, v. 1, n. 1, p. 104-17, 2005.

OLIVEIRA, L. Y. Q.; BORGES, P. P. O direito à cidade e o desenvolvimento local como base para a humanização do espaço urbano. Interações, Campo Grande, MS, v. 19, n. 4, p. 739-55, out./dez. 2018.

PORTO ALEGRE (Estado). Secretaria do Planejamento, Mobilidade e Desenvolvimento Regional. PPA 2016-2019: Cadernos de Regionalização – Região Funcional 7. Porto Alegre, 2015. 108 p.

PUTNAM, R. D. Comunidade e democracia: a experiência da Itália moderna. Rio de Janeiro: FGV, 1996.

RIZZI, P.; CICIOTTI, E.; GRAZIANO, P. The role of cities in economic development and the challenges of territorial marketing and place branding. In: BAUSSOL, M.; BELLAVIT, C.; VIVARELL, M. (Ed.). Essays in honor of Luigi Campiglio. Milão: Vita e Pensiero, 2018. p. 173-196.

TIDD, J.; BESSANT, J. Inovação: o que é e por que importa? In: TIDD, J.; BESSANT, J. (Org.). Gestão da Inovação. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2015. p. 3-54.

VILLASCHI FILHO, A.; CAMPOS, R. R. Sistemas/arranjos produtivos localizados: conceitos históricos para novas abordagens. In: CASTILHOS, C. C. (Coord.). Programa de apoio aos sistemas locais de produção: a construção de uma política pública no RS. Porto Alegre: FEE; SEDAI, 2002. p. 11-48.

Publicado
2021-06-02
Como Citar
da Fonseca Capssa Lima Sausen, J., Oneide Sausen, J., Knebel Baggio, D., & Luís Allebrandt, S. (2021). Marketing territorial aplicado a distritos industriais: estratégia de inovação para empreendedorismo e desenvolvimento local. Interações (Campo Grande), 22(1), 115-130. https://doi.org/10.20435/inter.v22i1.2602