Fluxos turísticos entre os países do Corrredor Bioceânico

Palavras-chave: corredor bioceânico, análise estatística, turismo, desafios do corredor.

Resumo

O objetivo do presente artigo foi de analisar o fluxo de turistas entre os países da Rota Bioceânica. Neste estudo, uma análise quantitativa foi utilizada para investigar a demanda internacional de turismo entre o Brasil, Argentina, Paraguai e Chile. Como a Rota Bioceânica ainda é uma aspiração em construção, a literatura é escassa e esse estudo se apresenta como pioneiro. Os resultados indicam que as variáveis tradicionais de demanda, chegada de turistas, formas de viagem, eventos internacionais e chegadas em Mato Grosso do Sul apresentaram um panorama geral do fluxo, que se revela incipiente e com pouca integração entre os países. A criação da Rota Bioceânica pode contribuir para o desenvolvimento dos países, principalmente na área de turismo que é dinâmico e crescente no mundo, e ainda pouco explorado na América do Sul.

Biografia do Autor

Michel Constantino, Universidade Católica Dom Bosco - UCDB
Doutor em Economia pela Universidade de Brasília. Vice-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Local da Universidade Católica Dom Bosco - Mestrado e Doutorado, Campo Grande - MS.  
Arlinda Cantero Dorsa, Universidade Católica Dom Bosco - UCDB
Doutora em Língua Portuguesa pela PUC-SP, Coordenadora do Programa de Pos-Graduação em Desenvolvimento lOcal da Universidade Católica Dom Bosco Mestrado e Doutorado, Campo Grande -MS 
João Carlos Medeiros de Aragão, Centro Universitário de Brasília - UniCEUB
É doutor em Direito Constitucional, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012), possui mestrado em Direito das Relações Internacionais pelo Centro Universitário de Brasília (2005), Pós-Graduação lato sensu em Advocacia na Instância Superior, graduação em Direito (1984). Graduado em Letras, com pós-graduação em Linguística do Texto. Graduado em Pedagogia, com pós-graduação em Metodologia do Ensino Jurídico. Membro do Instituto dos Advogados do Distrito Federal, da Rede de Excelência Jurídica, Centro Brasileiro de Estudos Constitucionais e da Associação Brasiliense de Processo Civil.
Dany Rafael Fonseca Mendes, Centro Universitário de Brasília - UniCEUB
Possui mestrado em Análise Econômica do Direito pela UCB (2014), bacharelado em Direito pela UFOP (2008) e mais de 40 artigos completos publicados em revistas científicas. Além de Consultor (OAB/DF 36620), é Professor Adjunto do UniCEUB e Pesquisador (ResearchGate Score 10.56), com participação em vários grupos/projetos de pesquisa e atuação em diversos periódicos, para os quais já produziu mais de uma centena de pareceres "blind review".

Referências

ARDAHAEY, F.T. Economic impacts of tourism industry. International Journal of Business and Management, v. 6, n. 8, p. 206-15, 2011.

LIM, C. A Meta analysis review of international tourism demand. Journal of Travel Research, v. 37, n. 3, p. 273-84, 1999.

BRASIL. Ministério das Relações Exteriores (CGLAC/MRE). Brasília-DF, [s.d.]. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/. Acesso em: 10 out. 2018

BRASIL. Ministério do Turismo. Dados e fatos. Brasília, 2018. Disponível em: http://dadosefatos.turismo.gov.br/2016-02-04-11-53-05.html. Acesso em: 10 out. 2018

WORLD TOURISM ORGANIZATION (OMT). UNWTO World Tourism Barometer. World Tourism Organization, 2018.

PORTO, N.; GARBERO, N.; ESPINOLA, N. Spatial distribution of touristic flows in a gravity model in South America. Journal of Tourism Analysis: Revista de Análisis Turístico, v. 25, n. 1, p.39-53, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1108/JTA-02-2018-0005. Acesso em: 15 out. 2018

SAMIMI, A. J.; SADEGHI, S.; SADEGHI, S. Tourism and economic growth in developing countries: P-VAR approach. Middle-East Journal of Scientific Research, v. 10, n. 1, p. 28-32, 2011.

SCHUBERT, S. F.; BRIDA, J. G.; RISSO, W. A. The impacts of international tourism demand on economic growth of small economies dependent on tourism. Tourism Management, v. 32, n. 2, p. 377-85, 2011.

SINCLAIR, M. T.; STABLER, M. The Economics of Tourism. New York: Routledge Advances in Tourism Series; University of Reading, 1995.

SONG, H.; LI, G. Tourism demand modeling and forecasting: a review of recent research, Tourism Management, v. 29, n. 2, p. 203-20, 2008.

Publicado
2019-07-30