Trajetória das relações de trabalho entre avicultores integrados e frigoríficos no sul do Brasil (1970-2016)

Palavras-chave: integração avícola, experiência, movimento organizado de produtores integrados

Resumo

Este texto problematiza as relações sociais e de trabalho entre avicultores integrados e frigoríficos na mesorregião do sul de Santa Catarina, Brasil. A pesquisa em história trabalha com referências bibliográficas, documentos oficiais e entrevistas realizadas a partir da metodologia da história oral. Desse modo, aborda a experiência dos avicultores integrados vinculados aos frigoríficos, observando no tempo recente o movimento organizado dos avicultores e sua luta na relação de trabalho subordinado.

Biografia do Autor

Gilvani Mazzucco Jung, Universidade do Extremo Sul Catarinense.

Mestre em Desenvolvimento Socioeconômico pela Universidade do Extremo Sul Catarinense. Membro do Grupo de Pesquisa “História Econômica e Social de Santa Catarina”. 

João Henrique Zanelatto, Universidade do Extremo Sul Catarinense.

Pós-doutor e doutor em História. Professor do Curso de História e do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico na Universidade do Extremo Sul Catarinense. Lider do Grupo de pesquisa “História Econômica e Social de Santa Catarina”.

Referências

SANTA CATARINA (Estado). Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina. Comissão de Agricultura e Política Rural. Debater os problemas da avicultura de Santa Catarina. 3ª Sessão Legislativa, da 17ª Legislatura. Florianópolis, 2013.

ASSOCIAÇÃO DOS AVICULTORES DO SUL CATARINENSE [AVISUL]. Ata da 3a Reunião da diretoria executiva da associação dos avicultores do Sul Catarinense. Urussanga: AVISUL, 2013a.

ASSOCIAÇÃO DOS AVICULTORES DO SUL CATARINENSE [AVISUL]. Pauta de reivindicações elencadas em assembleia geral. Urussanga: AVISUL, 2013b.

ASSOCIAÇÃO DOS AVICULTORES DO SUL CATARINENSE [AVISUL]. Cartazes audiência. Lauro Muller: AVISUL, 2013c.

BRASIL. Lei n. 13.288, de 16 de maio de 2016. Dispõe sobre os contratos de integração, obrigações e responsabilidades nas relações contratuais entre produtores integrados e integradores, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 17 maio 2016, Seção 1, p. 1. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2016/Lei/L13288.htm. Acesso em: 29 maio 2016.

BRASIL. Lei n. 4.504, de 30 de novembro de 1964. Dispõe sobre o Estatuto da Terra, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 30 de novembro de 1964. Retificado em 17 de dezembro de 1964, e em 6 de abril de 1965. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L4504.htm. Acesso em: 29 maio 2016.

CENTRO DE SOCIOECONOMIA E PLANEJAMENTO AGRÍCOLA. Síntese anual da agricultura de Santa Catarina (2014-2015). Florianópolis: Epagri/CEPA, 2015. Disponível em: http://docweb.epagri.sc.gov.br/website_cepa/publicacoes/Sintese_2015.pdf. Acesso em: 16 dez. 2017.

DALLA COSTA, Armando J. A Sadia e a produção integrada: o lugar do agricultor no complexo agroindustrial. Orientador: Lando Rogério Kroetz. 1993. 254 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, 1993.

DELGADO, Guilherme C. A questão agrária no Brasil, 1950-2003. In: JACCOUD, Luciana (Org.). Questão social e políticas sociais no Brasil contemporâneo. Brasília: Ipea, 2005, p. 51-90.

GRAZIANO DA SILVA, José. Tecnologia e agricultura familiar. 2. ed. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 2003.

GRAZIANO DA SILVA, José. A modernização dolorosa: estrutura agrária, fronteira agrícola e trabalhadores rurais no Brasil. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Sidra - Banco de Tabelas Estatísticas, 2017. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/home/pimpfbr/brasil. Acesso em: 10 out. 2017.

MAMIGONIAN, Armen. Indústria. In: GABINETE DE PLANEJAMENTO E COORDENAÇÃO GERAL. Atlas de Santa Catarina. Florianópolis: GAPLAN, 1986, p. 104-6.

MARX, Karl. O Capital. Crítica da economia política. Livro I: o processo de produção do capital. São Paulo: Boitempo, 2013.

MIOR, Luiz C. Empresas agroalimentares, produção agrícola familiar e competitividade no complexo carnes de Santa Catarina. Orientador: John Wilkinson. 1992. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais em Desenvolvimento) – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 1992.

PAULILO, Maria I. S. Produtor e agroindústria - consensos e dissensos: o caso de Santa Catarina. Florianópolis: Secretaria de Estado da Educação e do Desporte, 1990.

PAULILO, Maria I. S. A integração no Sul do Estado de Santa Catarina. Orientador: Otávio Guilherme Cardoso Alves Velho. 1987. 312 f. Tese (Doutorado em Antropologia Social) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 1987.

SCHMIDT, Vanice D. B. Agroindústria em Santa Catarina: da integração à inclusão social. In: PAULILO, Maria I. S.; SCHMIDT, Wilson (Org.). Agricultura e espaço rural em Santa Catarina. Florianópolis: UFSC, 2003, p. 265-86.

THOMPSON, Edward P. A miséria da teoria ou um planetário de erros: uma crítica ao pensamento de Althusser. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1981.

UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE. Parque Científico e Tecnológico. Relatório de pesquisa para viabilidade econômica para implantação de uma granja avicultora – sistema convencional. Criciúma: Instituto de Pesquisa Socioeconômica Aplicada, 2014.

WILKINSON, John. Agroindústria: Articulação com os mercados e capacidade de integração sócioeconômica da produção familiar. [S.l.]: Comissão Econômica para América Latina e Caribe, 1994.

Publicado
2020-06-04