Estilos de liderança predominantes em uma indústria madeireira no Meio-Oeste Catarinense: um estudo de caso

Palavras-chave: Capital humano, Estilos de liderança, Indústria madeireira, Meio-Oeste Catarinense.

Resumo

Este artigo objetiva identificar os estilos de lideranças predominantes em uma indústria madeireira no Meio-Oeste Catarinense, usando dados primários (questionários aplicados com os gestores) e secundários (balanços patrimoniais da empresa). Para análise dos dados primários, aplicou-se a técnica ANACOR, por meio do software LHStat®. Os resultados apontaram que o estilo de liderança transformacional predomina nos gestores da empresa em estudo, poucas vezes fazendo-se presente o estilo laissez-faire.

Biografia do Autor

Cinara Gambirage, Universidade Regional de Blumenau - FURB

Doutoranda em Ciências Contábeis e Administração pela Universidade Regional de Blumenau (FURB). Mestre em Administração pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) de Florianópolis SC. Especialista em Docência na Educação a Distância pela FAE de Curitiba PR. Graduada em Letras trilíngue pela Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP) de Caçador SC. Graduanda em Administração pela UNIARP de Caçador SC. Atualmente, é docente nos cursos de graduação na UNIARP de Caçador SC.

 
Fellipe Jacomossi, Universidade Regional de Blumenau - FURB
Doutorando em Ciências Contábeis e Administração e Mestre (2015) em Ciências Contábeis pela Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB. Graduação em Administração (2015), Ciências Contábeis (2013) e Direito (2011) pelo Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE. Técnico em Transações Imobiliárias (2012) pelo Instituto Brasileiro de Educação Profissional - IBREP. Proficiência avançada em Inglês (2010) pela instituição St. Giles International - Brighton, Inglaterra. Contador (CRC/SC 36.910/O-1). Advogado (OAB/SC 33.521).
Jaison Caetano da Silva, Universidade do Vale do Itajaí- UNIVALI
Graduado em Matemática (2013) e em Administração (2014) pela Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP). Especialização em andamento em Gestão Estratégica de Finanças, Contabilidade e Controladoria pela Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP). Mestre em Administração (2016) pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Doutorando em Administração pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI). Tem experiência na área de compras e no suporte à área de custos e controladoria em Instituições de Ensino Superior, atuando, principalmente, nos seguintes temas: Estratégia, finanças, custos e materiais. Também atuou como professor da disciplina de Matemática para o Ensino Fundamental, Médio e Superior.
Nelson Hein, Universidade Regional de Blumenau - FURB
Graduado em Ciências (1987) e em Matemática (1988) pela Universidade Regional de Blumenau - FURB, especialista em Ensino de Ciências / Matemática pela Universidade Regional de Blumenau (1990). Mestrado (1994) e Doutorado (1998) em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Possui Pós-Doutorado pelo IMPA - Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (2003) e pela Anderson School of Management da Universidade do Novo México (EUA), concluído em 2011. É professor do Departamento de Matemática da Universidade Regional de Blumenau desde 1989. Atualmente é professor permanente no Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PPGCC) da Universidade Regional de Blumenau. Tem experiência na área de Matemática Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: análise estatística multivariada e análise decisória multicritério. Coordena o grupo de Estudos MULTIVAR.

Referências

ADAMI S/A. Demonstração financeira. Disponível em: <https://www.adami.com.br/investidores/demonstracao-financeira/>. Acesso em: 18 ago. 2017.

AMANHA.COM. 500 maiores do Sul. 2015. Disponível em: <http://www.amanha.com.br/500maiores/>. Acesso em: 19 dez. 2016.

BASS, B. Bass e Stogdill’s Handbook of Leadership: Theory, Research, and Managerial Applications. 3. ed. New York: The Free Press, 1990.

BASS, B. Does the Transactional-Transformational Leadership Paradigm Transcend Organizational and National Boundaries? American Psychologist, v. 52, n. 2, p. 130-139. 1997.

BASS, B.; STEIDLMEIER, P. Ethics, character, and authentic transformational leadership behavior. The leadership quarterly, v. 10, n. 2, p. 181-217, 1999.

FARIAS, F. S. O.; FARIAS, I. Q.; PONTE, V. M. R. Gerenciamento do Capital Intelectual: um estudo em empresas do setor têxtil Cearense. In: Encontro Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração – EnANPAD, Curitiba - PR, 28., Anais... Curitiba: EnANPAD, 2004.

FÁVERO, L. P.; BELFIORE, P.; SILVA, F. L.; CHAN, B. L. Análise de dados: Modelagem multivariada para tomada de decisões. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

FERRAZ, S.; DERISIO, D. P. L.; CRISPIM, S. F. Capital Humano: Fonte de Vantagem Competitiva? A Visão de Duas Organizações do Setor Farmacêutico. In: I Encontro de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho – ENGPR, Natal – RN, 1., Anais... Natal: EnGPR, 2007.

GARCÍA-MORALES, V.; MATÍAS-RECHE, F.; HURTADO-TORRES, N. Influence of transformational leadership on organizational innovation and performance depending on the level of organizational learning in the pharmaceutical sector. Journal of Organizational Change Management, v. 21, n. 2, p. 188-212, 2008.

GUMUSLUOGLU, L.; ILSEV, A. Transformational leadership, creativity, and organizational innovation. Journal of Business Research, v. 62, n. 4, p. 461-473, 2009.

HAMEL, G.; PRAHALAD, C. K. Competindo pelo futuro: estratégias inovadoras para obter o controle do seu setor e criar os mercados de amanhã; tradução de Outras Palavras. 19. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

HEIFETZ, R. Leadership without easy answers. Cambridge, Massachusetts: The Belknap Press of Harvard University, 1994.

HITT, M. A.; IRELAND, R. D.; HOSKISSON, R. E. Administração Estratégica: competitividade e globalização. Tradução: José Carlos Barbosa dos Santos e Luiz Antônio Pedroso Rafael. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

JABNOUN, N.; RASASI, A. Transformational leadership and service quality in UAE hospitals. Managing Service Quality, v. 15, n. 1, p. 70-81, 2005.

JUNG, D.; CHOW, C.; WU, A. The role of transformational leadership in enhancing organizational innovation: hypotheses and some preliminary findings. The Leadership Quarterly, v. 14, n. 4-5, p. 525-544, 2003.

LIMA, L. C.; ZUPPANI, T. S.; MACLENNAN, M. L. F. Human Resource Management in the BRICS countries: a comparative study. Interações, v. 18, n. 3, p. 69-82, 2017.

MARTINS, G. A.; THEÓPHILO, C. R. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2. ed, São Paulo: Atlas, 2009.

MARTINS, E. P.; VIEIRA, A. H.; LOCATELLI, M.; OLIVEIRA, V. B. V.; PEQUENO, P. L. L. Perfil dos Funcionários e Condições de Trabalho nas Indústrias Madeireiras do Município de Jaru-RO. Porto Velho: Embrapa-CPAF Rondônia, 2002.

MINGOTI, S. A. Análise de Dados Através de Métodos de Estatística Multivariada: uma abordagem aplicada. Belo Horizonte: UFMG, 2005.

NORTHOUSE, P. G. Leadership: Theory and practice. 3. ed. California: Thousand Oaks, 2004.

PEREZ, M. M.; FAMÁ, R. Características estratégicas dos ativos intangíveis e o desempenho econômico da empresa. Unisanta Law and Social Science, v. 4, n .2, p. 107-123, 2015.

SANTOS, M. D. M.; MOSCON, D. C. B. Modelos de liderança e percepções do trabalhador sobre a organização empregadora: um estudo no TRT-BA. Revista Foco, v. 7, n. 1, p. 59-80, 2014.

STEWART, T. Capital Intelectual: a nova vantagem competitiva das empresas. 6. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

TACHIZAWA, T.; REZENDE, W. Estratégia Empresarial: tendências e desafios – um enfoque na realidade Brasileira. São Paulo: Makron Books, 2002.

TECCHIO, E. L.; NUNES, T. S.; RISSI, M.; NAKAYAMA, M. K. Liderança transformacional em processos de tutoria: a identificação do estilo de liderança de Orientadores de Tutoria. Renote, v. 8, n. 3, p. 1-11, 2010.

TEIXEIRA, M. D. J.; FIGUEIREDO, A. M. R. Análise intersetorial e espacial da cadeia produtiva da madeira e móveis na economia de Mato Grosso: uma contribuição para identificação de APLS. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v. 13, n. 2, p. 103-128, 2017.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

YUKL, G. Liderazgo en las organizaciones. 6. ed. Madrid: Prentice Hall, 2008.

Publicado
2019-09-23