As festas dos clubes do laço e o Circuito de Laço Comprido em Mato Grosso do Sul

Palavras-chave: desenvolvimento regional, pecuária, Campo Grande.

Resumo

Este artigo tem por objeto o Circuito de Laço Comprido (CLC), competição realizada em Campo Grande e derivada das festas sul-mato-grossenses de clubes do laço. Objetiva descrever historicamente as festas de clubes do laço até a criação do CLC. O referencial teórico é construído sobre estudos de Queiróz e Sodré. Os dados empíricos decorrem de entrevistas semiestruturadas, visitas in loco e fontes secundárias A conclusão é a de que o CLC reflete as transformações tecnológicas correntes na pecuária e supera as festas dos clubes do laço.

Biografia do Autor

Lilian da Silva Paiva, Universidade Anhanguera-Uniderp

Doutoranda em Meio Ambiente e desenvolvimento Regional/UNIDERP, Campo Grande, MS. Bolsista/taxa CAPES. 

Gilberto Alves, Universidade Anhanguera-Uniderp
Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Desde 2008, é professor pesquisador da Universidade Anhanguera-Uniderp e estuda os impactos culturais e ambientais decorrentes de propostas de desenvolvimento regional formuladas por órgãos governamentais, não governamentais e movimentos sociais.

Referências

ALVES, G. L. Pantanal da Nhecolândia e modernização tecnológica: estudo das expectativas dos pecuaristas colhidas em suas memórias. Campo Grande: UFMS, 2004. 86p.

ALVES, G. L. O universal e o singular: em discussão a abordagem científica do regional. In: ALVES, G. L. Mato Grosso do Sul: o universal e o singular. Campo Grande: Editora Uniderp, 2003. p. 17-29.

ARAÚJO, L. G. Entrevista realizada pelos autores, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, em 3 de junho de 2012.

BANDUCCI JR, A. A natureza do pantaneiro: relações sociais e representações de mundo no “Pantanal da Nhecolândia”. Campo Grande: UFMS, 2007. 224p.

COELHO, W. O. Entrevista realizada pelos autores, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, em 21 de setembro de 2017.

ESSELIN, P. M. A pecuária bovina no processo de ocupação e desenvolvimento econômico do pantanal sul-mato-grossense (1830-1910). Dourados: UFGD, 2011. 358p.

FEDERAÇÃO DE CLUBES DO LAÇO DE MATO GROSSO DO SUL (FCLMS). Estatuto. Campo Grande, 2015. Disponível em: http://www.federacaodelaco.com.br/estatuto/. Acesso em: 17 nov. 2017.

FIGUEIREDO, A. A propósito do boi. Cuiabá: UFMT, 1994. 226p.

GARDIN, C. Campo Grande: entre o sagrado e o profano. Campo Grande: Editora da UFMS, 1999.

IANNI, O. A ideia de Brasil moderno. São Paulo: Brasiliense, 1996. 200p.

KRISIS. Manifesto contra o trabalho. Tradução de Heinz Dieter Heidemam com a colaboração de Claudio Duarte. São Paulo: USP, 1999. 29p. (Cadernos do Labur, n. 2).

LARA, V. H. Entrevista realizada pelos autores, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, em 19 de janeiro de 2017.

MARÇOLLA, Z. R. Entrevista pelos autores, por meio eletrônico, em 26 de setembro de 2016.

MASCARENHAS, J. A. Entrevista realizada pelos autores, em Bonito, Mato Grosso do Sul, em 8 de junho de 2012.

MORAES, E. M. Entrevista realizada pelos autores, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, em 25 de agosto de 2016.

MORETTINI, M. T. Expressões regionais: caderno de leitura. Campo Grande: UFMS, 2012. 140p.

NOGUEIRA, A. X. Pantanal: homem e cultura. Campo Grande: UFMS, 2002. 155p.

PAIVA, L. S. As festas de clubes do laço de Mato Grosso do Sul. 2008. 75f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Aquidauana, MS.

PODOLAN, Márcio. Entrevista realizada pelos autores, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, em 30 de janeiro de 2017.

QUEIROZ, M. I. P. O campesinato brasileiro: ensaios sobre civilização e grupos rústicos no Brasil. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1976. 242p.

RIBEIRO, M. A. Entre cheias e vazantes: a produção de geografias no Pantanal. Campo Grande: UFMS, 2015. 232p.

ROCHA JÚNIOR, A. Entrevista realizada pelos autores, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, em 30 de janeiro de 2017.

SODRÉ, N. W. Oeste: ensaio sobre a grande propriedade pastoril. São Paulo: Arquivo do Estado, 1990. 206p.

SOUZA, P. R. Pantanal de A a Z: vocabulário contextualizado aos pantaneiros da Nhecolândia, do Miranda-Abobral e do rio Paraguai. Campo Grande: UFMS, 2012. 68p.

Publicado
2019-11-05