A Cooperativa Fernheim dos imigrantes menonitas de Filadélfia, Paraguai

Palavras-chave: crescimento, desenvolvimento social, cooperativismo, trabalho familiar.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo geral analisar a mediação exercida pela Cooperativa Fernheim, de Filadélfia, Paraguai, entre o produtor, a comercialização e a industrialização do produto. A Cooperativa desempenha um importante papel para o desenvolvimento regional do Chaco Central, não só a partir da industrialização de produtos e comercialização, mas também, com as inovações implantadas para o manuseio da água. A problematização do objeto de estudo orienta-se para os seguintes questionamentos: quais as ações efetuadas pela Cooperativa Fernheim que propiciam o desenvolvimento econômico e social dos cooperados? Qual a importância da Cooperativa para a comercialização e a industrialização dos produtos? Como é efetuada a aplicação financeira da Cooperativa e para quais setores são direcionados os créditos dos cooperados? Quais as inovações tecnológicas desenvolvidas pela Cooperativa para o tratamento da água salobra que auxiliam no desenvolvimento do município? Os questionamentos são sintetizados nos objetivos específicos: verificar as atividades produtivas que a Cooperativa oferece ao produtor rural, enquanto apoio ao financiamento, à compra e industrialização dos produtos vegetais e animais; e analisar as inovações tecnológicas que possibilitaram o abastecimento e o consumo da água, originalmente salobra. A sistematização dos dados foi realizada pela Análise de Conteúdo de Bardin. Como aporte teórico, adotamos a teoria da história que investigou os pormenores das ações econômicas e sociais realizadas pela Cooperativa, consideradas como manifestações singulares do movimento geral do capital.

Biografia do Autor

Odemir Coelho da Costa, Universidade Uniderp Anhanguera
Mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional pela Universidade Anhanguera-Uniderp. Graduado em Geografia(UFMS). Atua na Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul. 
Sandino Hoff, Universidade Uniderp Anhanguera

Doutor em Filosofia e História da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Professor pesquisador da Universidade Anhanguera-Uniderp. 

Referências

AVELAR, A. S. História, tempo presente e testemunho: ainda em torno dos limites da representação. Revista Marcanan, Rio de Janeiro, v. 8, n. 8, p. 29-58, 2012.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2004.

CHAUÍ, M. Os trabalhos da memória. In: BOSI, E. Memória e sociedade: lembrança de velhos. 16. ed. [S.l.: s.n.], 2010.

COOPERATIVA FERNHEIM. Arquivo Acta de Evaluación de ofertas. Setor de Informação e Documentação de Fernheim. Visita em 10/09/2017.

COOPERATIVA FERNHEIM. Asociación de Colonias Mennonitas del Paraguay (folheto). Visita em 10/07/2017.

COOPERATIVA FERNHEIM. Disponível em: https://www.fernheim.com.py/en/. Acesso em: 10 jul. 2017.

FELLER RATE. Fernheim Ltda. Colonizadora Multiactiva. Informe de Calificación. maio 2017. Disponível em: http://www.feller-rate.com.py/gp/informes/fernheimcol1706.pdf. Acesso em: 16 set. 2017.

IANNI, O. A sociedade global. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1993. 228 p.

LARROZA CRISTALDO, F. A. Exploração e aproveitamento dos recursos hídricos do Chaco Central Paraguaio. 2002. 161 f. Tese (Doutorado em Recursos Minerais e Hidrogeologia) – Instituto de Geociências, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.

LIMA FILHO, S. C. Capital social e desenvolvimento local: a experiência de Campo do Brito (SE). 2010. 141 f. Dissertação (Mestrado em Economia) − Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2010.

MARX, K. O capital. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980.

MÜHLAN, T. Menonita alemão. Estudo da forma linguística e interação verbal em uma colônia religiosa no Paraguai. 2014. 327 f. Tese (Doutorado) - Universidade de Würzburg, Alemanha, 2014.

PARAGUAY. Ley n. 438/94. De Cooperativas. Disponível em: http://www.oas.org/juridico/spanish/mesicic3_pry_ley438.pdf. Acesso em: 12 out. 2017.

PARAGUAY. Ley n. 514/21, de 26 de julio de 1921 Por la cual se acuerdan derechos y privilegios a los miembros de la comunidad mennonita que lleguen al país. Disponível em: https://escritosdederecho.blogspot.com/2013/05/por-la-cual-se-acuerdan-derechos-y.html. Acesso em: 13 jan. 2020.

PETTINGER, K. Viagem ao Chaco Paraguaio. Revista Agraria, Cascavel, PR, v. 3, n. 3, p. 18-20, 2015.

REYES, P. C. P. A Cooperativa Fernheim na Região do Chaco Paraguaio. 2009. 187 p. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Fundação Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, SC, 2009.

SACHS, Ignacy. Caminhos De Um Desenvolvimento Sustentável. Rev. Ambiente e Sociedade. v. 7, n. 2, p. 214- 215, jul./dez. 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/asoc/v7n2/24699.pdf. Acesso em: 11 set. 2017.

TORRACA, M. M. E. Imigração e colonização menonita no processo de legitimação do Chaco Paraguaio (1921-1935). 2006. 154 f. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2006.

WARKENTIN, Abe. Convidados e estrangeiros. Steinbach: O Posto Menonita, 1987

Publicado
2020-01-28