Relações de gênero no Acampamento Ilha Verde: discutindo o (des)empoderamento das mulheres beneficiárias do Bolsa Família

Palavras-chave: Gênero, Empoderamento, Programa Bolsa Família.

Resumo

A pesquisa teve como objetivo analisar os efeitos do Programa Bolsa Família nas relações de gênero e no empoderamento das mulheres do Acampamento Ilha Verde, localizado em Babaçulândia – TO. Utilizou-se a História Oral para compreender se o programa consegue empoderar essas mulheres nas dimensões pessoal, das relações interpessoais e coletivas. Dessa perspectiva, foram identificados quase todos os fatores inibidores do empoderamento.

Biografia do Autor

Hareli Fernanda Garcia Cecchin, Universidade Federal do Tocantins
Graduação em Psicologia pelo Centro Universitário Luterano de Palmas e mestrado em Desenvolvimento Regional pela Universidade Federal do Tocantins. Atualmente é psicóloga da Universidade Federal do Tocantins. 
Temis Gomes Parente, Universidade Federal do Tocantins
Graduação em História pela Universidade Federal do Piauí, mestrado e doutorado em História pela Universidade Federal de Pernambuco. Fez Pós-Doutorado pelo CEDEPLAR/UFMG.Atualmente é Professora Associada IV da Universidade Federal do Tocantins. 

Referências

ARAÚJO, Rubens Milagre. Uma retrospectiva da expansão do sistema na bacia do Rio Tocantins, com estudo de caso na região de Lajeado – Palmas – Porto Nacional (TO), 1996-2003. Dissertação (Mestrado em Planejamento de Sistemas Energéticos) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica e Planejamento de Sistemas Energéticos, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2003. Disponível em: <http://www.fem.unicamp.br/~seva/dissertMestr_RubensAraujo_03.pdf>. Acesso em: 10 dez. 2018.

BRASIL. Decreto 5.209, de 17 de dezembro de 2004. Regulamenta a Lei n.10.836, de 9 de janeiro de 2004, que cria o Programa Bolsa Família, e dá outras providências. Brasília, 2004. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5209.htm>. Acesso em: 5 jan. 2018.

______. Comissão Intergestores Tripartite. Resolução nº 7, de 10 de setembro de 2009. Brasília: MDS, 2009. Disponível em: <http://www.mds.gov.br/suas/protocolo-de-gestao-integrada-de-servicos-beneficios-e-transferencias-de-renda-no-ambito-do-sistema-unico-de-assistencia-social-suas> Acesso em: 21 dez. 2017.

______. Orientações técnicas sobre o PAIF: trabalho social com famílias do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família – PAIF. Brasília: MDS, 2012. V. 2.

______. Manual do Sistema CadSUAS. Versão 2.0 Brasília: MDS, 2014a. Disponível em: <http://blog.mds.gov.br/redesuas/wp-content/uploads/2014/02/Manual-CadSUAS-v-2-0.pdf>. Acesso em: 27 ago. 2014.

______. Ministério do Desenvolvimento Social e combate à fome. Avaliação de políticas públicas: reflexões acadêmicas sobre o desenvolvimento social e o combate à fome. Volume 1: Introdução e temas transversais. Brasília: MDS; Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação, 2014b.

______. Relatório de Informações Sociais – Bolsa Família e Cadastro Único. 2017. Disponível em: <https://aplicacoes.mds.gov.br/sagi/RIv3/geral/relatorio.php#>. Acesso em: 16 jan. 2018.

CALAFATE, Jaqueline; PARENTE, Temis Gomes. O “instinto materno” como uma construção de gênero: discussões sobre o desejo de amamentar. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, Universidade Federal do Tocantins, Palmas, 2014.

CAMPOS, André Gambier; CHAVES, José Valente. Seguro defeso: problemas enfrentados pelo programa. Mercado de trabalho: conjuntura e análise (BMT), n. 56, fev. 2014. Disponível em: <http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/3782/1/bmt56_politicaemfoco03_seguro_defeso.pdf>. Acesso em: 16 jan. 2018.

CECCHIN, Hareli Fernanda Garcia; PARENTE, Temis Gomes. O desempoderamento de mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família: questões de gênero no acampamento Ilha Verde – TO. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, Universidade Federal do Tocantins, Palmas, 2016.

CELARIÉ, Nidia Hidalgo. Género, empoderamiento y microfinanzas: un estudio del caso en el norte de México. Tesis de Maestría (Instituto Nacional de las Mujeres). México, 2003.

CNAS. Resolução nº 15, de 5 de junho de 2014. Conselho Nacional de Assistência Social: Brasília, 2014. Disponível em: . Acesso em: 20 maio 2015.

FERREIRA, Amauri Carlos, GROSSI, Yonne de Souza. A narrativa na trama da subjetividade: perspectivas e desafios. Economia & Gestão, Belo Horizonte, v. 2, n. 3, p. 120-134, jan./jun. 2002.

FIGUEIREDO, Gislayne Cristina; PINTO, José Marcelino de Rezende. Acampamento e assentamento: participação, experiência e vivência em dois momentos da luta pela terra. Psicologia & Sociedade, Belo Horizonte, v. 26, n. 3, p. 562-571, 2014.

FRAGA, Gerson Wasen. Memórias de terras e de águas: o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) no norte do Rio Grande do Sul através da História Oral. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 27, 2013, Natal. Anais... ANPUH, 2013. Disponível em: <http://www.snh2013.anpuh.org/resources/anais/27/1371327960_ARQUIVO_memoriasdeterrasedeaguas2.pdf> Acesso em: 21 out. 2015.

FREITAS, Sônia Maria de. História oral: possibilidades e procedimentos. Eccos Revista Científica, Universidade Nove de Julho, v. 5, n. 1, jun. 2003.

FREITAS, Ana Maria Lacerda de. Políticas públicas, gênero e autonomia econômica das mulheres: uma análise de Programas do governo brasileiro no período de 2000 a 2007. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Social) – Universidade Estadual de Montes Claros, Montes Claros, 2011.

HORTA, José Luís Garcia; CARRILLO, María del Rosario Ayala; ZAPATA-MARTELO, Emma. ¿Empoderan las microfinanzas? Un estúdio de caso em Mexico. In: PARENTE, Temis Gomes; MIRANDA, Cynthia Mara (org.). Arquiteturas de gênero: questões e debates. Palmas: UFT/EDUFT, 2015.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Babaçulândia: histórico. Ferramenta Cidades, 2010. Disponível em: <http://www.cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?lang=&codmun=170300&search=tocantins|babaculandia|infograficos:-historico>. Acesso em: 8 abr. 2015.

MARIANO, Silvana Aparecida; CARLOTO, Cássia Maria. Gênero e combate à pobreza: Programa Bolsa Família. Rev. Estud. Fem., Florianópolis, v. 17, n. 3, dez. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2009000300018&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 24 jul. 2014.

MOREIRA, Nathalia Carvalho et al. Empoderamento das mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família na percepção dos agentes dos Centros de Referência de Assistência Social. Rev. Adm. Pública, Rio de Janeiro, v. 46, n. 2, p. 403-423, abr. 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-76122012000200004&script=sci_arttext>. Acesso em: 23 abr. 2015.

PARENTE, Temis. Gênero e memória de mulheres desterritorializadas. ArtCultura, Uberlândia, v. 9, n. 14, p. 99-111, jan./jun. 2007.

______. Desenvolvimento regional na perspectiva de gênero. Rev. Projeto História, São Paulo, n. 45, dez. 2012. Disponível em: <http://revistas.pucsp.br/index.php/revph/article/viewFile/15015/11209>. Acesso em: 20 fev. 2015.

PIZZIO, Alex; CECCHIN, Hareli Fernanda Garcia Cecchin. O Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco-Babaçu na região do Bico do Papagaio: reflexões sobre justiçasocial. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional, v. 3, n. 2, 2015. Disponível em: <http://proxy.furb.br/ojs/index.php/rbdr/article/view/5443>. Acesso em: 20 jan. 2018.

PORTELLI, Alessandro. O que faz a História Oral diferente. Proj. História, São Paulo, v. 14, fev. 1997. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/index.php/revph/article/view/11233/8240>. Acesso em: 20 jan. 2018.

______. História oral como gênero. Revista do Programa de Estudos Pós-graduados em História e do Departamento de História, São Paulo, v. 22, p. 9-36, jun. 2001. Disponível em: <http://revistas.pucsp.br/index.php/revph/article/view/10728/7960>. Acesso em: 25 jan. 2018.

______. Como se fosse uma história: versões do Vietnã – ensaios de História Oral. São Paulo: Letra e Voz, 2010.

SCOTT, Joan Wallach. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Revista Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 20, n. 2, p. 71-99, jul./dez.1990.

SILVA JÚNIOR, Cícero Pereira da. Memória, dádiva e distopia: impactos socioambientais da UHE Estreito sobre a Ilha de São José – TO. Dissertação (Mestrado em Linguagens e Saberes na Amazônia) – Universidade Federal do Pará, Bragança, 2014.

ZAPATA-MARTELO, Emma et al. Microfinanciamiento y empoderamiento. México: Plaza y Valdés, 2004.

______. Microfinanciamiento y empoderamiento de mujeres rurales – las cajas de ahorro y crédito en México. 1. reimp. México: Plaza y Valdés, 2008.

Publicado
2019-09-23