Proposta de indicador de eficiência da gestão pública municipal em promover desenvolvimento local

Palavras-chave: Desenvolvimento Endógeno, Data Envelopment Analysis, Eficiência Pública

Resumo

O objetivo deste artigo foi avaliar a eficiência dos munícipios do estado de São Paulo em promover desenvolvimento local. Os municípios foram agrupados em quatro clusters conforme perfil tributário e por meio da Análise Envoltória de Dados foi elaborado um indicador de eficiência. Somente 29 municípios foram considerados benchmarking, sendo que 28% destes estão na mesorregião de Campinas. Além disso, a presença de municípios benchmarking limítrofes pode indicar que a escala local ultrapassa o limite geopolítico municipal.

Biografia do Autor

Bruno Garcia Oliveira, Universidade de São Paulo
Professor da Fundação Hermínio Ometto (FHO-Uniararas) Doutorado em andamento na Universidade de São Paulo (FEA-RP/ USP), Mestre pela Universidade de São Paulo (FEA-RP USP) na área de Administração de Organizações. Graduado em Administração pela Universidade Federal de Goiás (UFG-CAC). Desenvolve pesquisa sobre capacidade dinâmica, desenvolvimento local e setor sucroenergético
Lara Bartocci Liboni, Universidade de São Paulo
Professora Associada do Departamento de Administração, da FEARP/USP. Graduada em Administração pela FEARP/USP (2002), mestre (2005) e doutora-Phd (2009) em Administração pela FEA - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP - Universidade de São Paulo. Pós-doutora pela UNESP (FEB-Bauru). Livre-docente pela FEARP/USP? Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo. 

Referências

ADLER, N.; YAZHEMSKY, E.; TARVERDYAN, R. A framework to measure the relative socio-economic performance of developing countries. Socio-Economic Planning Sciences, v. 44, n. 2, p. 73–88, jun. 2010.

AFONSO, A.; SCHUKNECHT, L.; TANZI, V. Income distribution determinants and public spending efficiency. The Journal of Economic Inequality, v. 8, n. 3, p. 367–389, 11 jun. 2010.

AFONSO, A.; FERNANDES, S. Assessing and explaining the relative efficiency of Local Government: Evidence for Portuguese Municipalities. Social Science Electronic Publishing, n. November, 2005.

BOGONI, N.; HEIN, N.; BEUREN, I. Análise da relação entre crescimento econômico e gastos públicos nas maiores cidades da região Sul do Brasil. Revista de Administração, v. 45, n. 1, p. 159–179, 2012.

BORGES, Claudia Moreira. Desenvolvimento local e avaliação de políticas públicas: análise de viabilidade para construção de um índice de desenvolvimento local para o município de São José do Rio Preto. 2007. Dissertação (Mestrado em Administração de Organizações) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007.

CARVALHO, Jaqueline Bonfim de et al . Desempenho da produção agropecuária dos municípios pertencentes ao Escritório de Desenvolvimento Rural de Andradina, SP, Brasil. Interações (Campo Grande), Campo Grande, v. 18, n. 2, p. 171-184, Apr. 2017 .

CHARNES, A.; COOPER, W. W.; RHODES, E. Measuring the efficiency of decision making units. European Journal of Operational Research, v. 2, n. 6, p. 429–444, nov. 1978

CHOJNICKI, Z. Socio-economic development and its axiological aspects. Quaestiones Geographicae, v. 29, n. 2, p. 7–17, 2010.

COLLUCI, L. O impacto na ponderação do peso da Prova Brasil e do indicador de rendimento no perfil das escolas municipais do ensino fundamental consideradas eficientes pela técnica DEA em transformar investimento financeiro em desempenho no IDEB em 2011. 2014. Dissertação (Mestrado – Programa de Pós-Graduação em Administração de Organizações) Faculdade de Economia Administração e Contabilidade de Ribeirao Preto da Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto, 2014.

CRUZ, N. F. DA; MARQUES, R. C. Revisiting the determinants of local government performance. Omega, v. 44, p. 91–103, abr. 2014.

DYSON, R. G. et al. Pitfalls and protocols in DEA. European Journal of Operational Research, v. 132, n. 2, p. 245–259, jul. 2001.

FARIA, F.; JANNUZZI, P.; SILVA, S. Eficiência dos gastos municipais em saúde e educação: uma investigação através da análise envoltória no estado do Rio de Janeiro. Revista de Administração Pública, v. 42, n. 1, p. 155–177, 2008.

FRAINER, Daniel Massen et al . Uma aplicação do Índice de Desenvolvimento Sustentável aos municípios do estado de Mato Grosso do Sul. Interações (Campo Grande), Campo Grande , v. 18, n. 2, p. 145-156, Apr. 2017

FILIPPIM, E.; ROSSETTO, A.; ROSSETTO, C. Abordagens da administração pública e sua relação com o desenvolvimento em um contexto regional: o caso do Meio-Oeste Catarinense. Cad. EBAPE. BR, p. 734–752, 2010.

GAROFOLI, G. Local Development in Europe: Theoretical Models and International Comparisons. European Urban and Regional Studies, v. 9, n. 3, p. 225–239, jul. 2002.

GATTOUFI, S.; ORAL, M.; REISMAN, A. A taxonomy for data envelopment analysis. Socio-Economic Planning Sciences, v. 38, n. 2-3, p. 141–158, jun. 2004.

GOLANY, B.; ROLL, Y. An application procedure for DEA. Omega, v. 17, n. 3, p. 237–250, 1989.

HAIR Jr., Joseph et. al. Fundamentos de Métodos de Pesquisa em Administração. Porto Alegre: Bookman, 2005, 471 p.

LINDBLAD, M. R. Performance Measurement in Local Economic Development. Urban Affairs Review, v. 41, n. 5, p. 646–672, 1 maio 2006.

LU, W.-M.; LO, S.-F. Constructing stratifications for regions in China with sustainable development concerns. Quality & Quantity, v. 46, n. 6, p. 1807–1823, 3 ago. 2012.

MARTINELLI, D. P; JOYAL, A. Desenvolvimento local e o papel das pequenas e médias empresas. São Paulo: Editora Manole, 2004.

MARTINS, S. Desenvolvimento local: questões conceituais e metodológicas. Interações (Campo Grande), Campo Grande, v. 3, p. 51–59, 2002.

MARTINS, R. VAZ, J. C. CALDAS, E. L. A gestão do desenvolvimento local no Brasil:(des) articulação de atores, instrumentos e território. Revista de Administração Pública, v. 44, n. 3, p. 559–590, 2010.

MURIAS, P.; MARTINEZ, F.; MIGUEL, C. An Economic Wellbeing Index for the Spanish Provinces: A Data Envelopment Analysis Approach. Social Indicators Research, v. 77, n. 3, p. 395–417, jul. 2006.

NEL, E. Local Economic Development : A Review and Assessment of its Current Status in South Africa. Urban Studies. v. 38, n. 7, p. 1003–1024, 2001.

OLIVEIRA, Bruno Garcia de. Eficiência da gestão pública em promover desenvolvimento local de regiões produtoras de sucroenergia: uma proposta utilizando Análise Envoltória de Dados. 2015. Dissertação (Mestrado em Administração de Organizações) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015.

RAMOS, M.; SCHABBACH, L. O estado da arte da avaliação de políticas públicas: conceituação e exemplos de avaliação no Brasil. Revista de Administração Pública, v. 46, n. 5, p. 1271–1294, 2012.

REIG-MARTÍNEZ, E. Social and Economic Wellbeing in Europe and the Mediterranean Basin: Building an Enlarged Human Development Indicator. Social Indicators Research, v. 111, n. 2, p. 527–547, 9 mar. 2013.

SANTOS, Nagela Bueno et al . Desenvolvimento e crescimento econômico das macrorregiões de Mato Grosso nos anos 2005 e 2013. Interações (Campo Grande), Campo Grande , v. 18, n. 3, p. 169-182, set. 2017 .

SCARPIN, J. E.; SLOMSKI, V. Estudo dos fatores condicionantes do índice de desenvolvimento humano nos municípios do estado do Paraná: instrumento de controladoria para a tomada de decisões na gestão governamental. Revista de Administração Pública, v. 41, n. 5, p. 909–933, 2007.

SEADE, Secretária De Planejamento E Desenvolvimento Regional. Informações dos Municípios Paulistas – IMP, 2013, Disponível em: < http://www.seade.gov.br/produtos/pibmun> Acesso em: 02 jun. 2013

____________. A ECONOMIA PAULISTA PÓS-CRISE DE 2008: papel da indústria de transformação no cenário recente., Ensaio e Conjuntura. Agosto/2017, São Paulo, 2017.

SOUZA, C. Governos locais e gestão de políticas sociais universais. São Paulo em perspectiva, v. 18, n. 2, p. 27–41, 2004.

SOUZA, Viviane et al . Uso da análise envoltória de dados para mensuração da sustentabilidade de hotéis-fazenda em Pernambuco. Interações (Campo Grande), Campo Grande , v. 18, n. 1, p. 41-57, Mar. 2017

TESOURO NACIONAL. Finanças do Brasil – Estados e Municípios, 2013. Disponível em: < http://www3.stn.gov.br/estados_municipios/index.asp > Acesso em: 20 maio 2014

TRISTÃO, J. A. M. A Administração Tributária dos Municípios Brasileiros - uma avaliação do desempenho da arrecadação. 2003. Tese (Doutorado - Pós-Graduação da FGV/EAESP) Fundação Getúlio Vargas. São Paulo: FGV-SPITAÇÕES, 2003

VAINER, C. B. As escalas do poder e o poder das escalas: o que pode o poder local? In: ENCONTRO NACIONAL DA ANPUR, 9., 2001, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPUR. 2001. p. 140-151.

WILSON, P. Embracing Locality in Local Economic Development. Urban Studies, v. 32, n. 4-5, p. 645–658, maio, 1995.

WONG, C. Developing indicators to inform local economic development in England. Urban Studies, v. 39, n. 10, p. 1833–1863, 2002.

Publicado
2019-09-23