Uma avaliação do Programa Bolsa Família

Palavras-chave: Pobreza, Programa Bolsa Família, Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

Resumo

A ONU estipulou objetivos e metas de desenvolvimento para os seus estados membros. O Brasil se comprometeu com essas metas, entre elas o combate à pobreza e a fome. Em 2004 o país criou o Programa Bolsa Família (PBF), um programa de transferência de renda direta aos beneficiários. Este artigo avalia o PBF através do índice Gini, índice Theil e do IDH dos estados brasileiros, retratando o sucesso do PBF, que possibilitou, de 1990 a 2013, mais de 20 milhões de pessoas saírem da situação de pobreza no Brasil.

 

Biografia do Autor

Sara Verônica de Avelar Dias Dantas, Centro Universitário Augusto Motta - UNISUAM
Mestranda em Desenvolvimento Local pelo Centro Universitário Augusto Motta, UNISUAM, Rio de Janeiro, RJ.
Maria Geralda de Miranda, Centro Universitário Augusto Motta - UNISUAM e Universidade Santa Úrsula - USU.
Pós-doutora em Ciências Humanas pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Docente e Pesquisadora da Universidade Santa Úrsula - USU e do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Local do Centro Universitário Augusto Motta - UNISUAM.
Patricia Maria Dusek, Centro Universitário Augusto Motta - UNISUAM

Pós doutora em Justiça Constitucional pela Università di Pisa. Coordenadora e Pesquisadora do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Local do Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM), Rio de Janeiro, RJ.

Kátia Eliane Santos Avelar, Centro Universitário Augusto Motta - UNISUAM e Universidade Santa Úrsula - USU.
Doutora em Ciência pela Unviversidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Docente e Pesquisadora da Universidade Santa Úrsula - USU e do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Local do Centro Universitário Augusto Motta - UNISUAM.

Referências

ALMEIDA, Marlon Luiz; SILVA, José Luís Gomes. Os programas de transferência de renda no brasil e sua relação com a melhoria da qualidade de vida da população pobre e extremamente pobre: um estudo sobre o Bolsa Família. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, Taubaté, SP, v. 12, n. 3, p. 60-80, set./dez. 2016.

ALVES, José Eustáquio Diniz. Os 70 anos da ONU e a agenda global para o segundo quindênio (2015-2030) do século XXI. Revista Brasileira de Estudos de População, São Paulo, v. 32, n. 3, p. 587-98, set./dez. 2015.

DINIZ, Marcelo Bentes; DINIZ, Marcos Monteiro. Um indicador comparativo de pobreza multidimensional a partir dos objetivos do desenvolvimento do milênio. Economia Aplicada, Ribeirão Preto, SP, v. 13, n. 3, p. 399-423, jul./set. 2009.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA). Objetivos de Desenvolvimento do Milênio: Relatório Nacional de Acompanhamento. 2014. Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/140523_relatorioodm.pdf>. Acesso em: 7 jul. 2017.

JANNUZZI, Paulo de Martino. Indicadores sociais no Brasil: conceitos, fontes de dados e aplicações. Campinas, SP: Alínea, 2012.

LENZI, Cristiano Luís. Democracia, justiça e cultura política da sustentabilidade. 2010. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/Etica/7_lenzi.pdf>. Acesso em: 2 jul. 2017.

MEDEIROS, Marcelo. Medidas de desigualdade e pobreza. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2012.

NAÇÕES UNIDAS. Relatório sobre os Objetivos de Desenvolvimento de Milénio 2013. Disponível em: <https://www.unric.org/html/portuguese/mdg/MDG-PT-2013.pdf>. Acesso em: 12 jul. 2017

______. Declaração do Milénio. 2000. Disponível em: <http://www.br.undp.org/content/brazil/pt/home/library/odm/declaracao-do-milenio.html>. Acesso em: 12 jul. 2017.

______. Carta das Nações Unidas e Estatuto da Corte Internacional de Justiça. 1945. Disponível em: <https://nacoesunidas.org/carta/>. Acesso em: 12 jul. 2017

OLIVEIRA, Simone Mendes et al. Condicionalidades e proteção social no programa bolsa família. Revista Desenvolvimento Social, Montes Claros, MG, v. 1, n. 9, p. 15-23, 2013.

SACHS, Ignacy. Caminhos para o desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro: Garamond, 2002.

SCHEEFFER, Fernando; JOHNSON, Guillermo Alfredo. As diretrizes do Programa Bolsa-Família: uma análise crítica. Revista Avaliação de Políticas Pública, Fortaleza, v. 2, n. 2, p. 7-17, jul./dez. 2008.

SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

WORLD BANK. Atlas of Sustainable Development Goals 2017: From World Development Indicators. Washington, 2017. Disponível em: <https://openknowledge.worldbank.org/handle/10986/26306>. Acesso em: 9 jul. 2017.

ZANIRATO, Sílvia Helena; ROTONDARO, Tatiana. Consumo, um dos dilemas da sustentabilidade. Estudos Avançados, São Paulo, v. 30, n. 88, p. 77-92, set./dez. 2016.

Publicado
2018-10-05