A percepção dos pescadores artesanais do Rio Gravatá (Navegantes/SC) sobre as mudanças ambientais e climáticas.

  • Diego dos Santos Fundação Universidade Regional de Blumenau;Instituto Federal Catarinense.
  • Fabiane Krumreich Siefert Fundação Universidade Regional de Blumenau
  • Gilberto Friedenreich Santos Fundação Universidade Regional de Blumenau
  • Cristiane Mansur Moraes de Souza Fundação Universidade Regional de Blumenau
Palavras-chave: Pescadores Artesanais, Rio Gravatá, Mudanças Ambientais e Climáticas, Participação

Resumo

As alterações no ambiente e no clima são uma realidade e influenciam a vida no planeta. Assim, o estudo tratou de verificar a percepção dos pescadores do Rio Gravatá em Navegantes/SC, em relação à temática. A metodologia consistiu de análise documental e entrevistas. Os resultados observaram convergências e divergências entre os dados científicos e empíricos. As conclusões refletem sobre a adoção de ações mais sustentáveis e sobre a participação da população local na tomada de decisões que afetarão seus cotidianos.

Biografia do Autor

Diego dos Santos, Fundação Universidade Regional de Blumenau;Instituto Federal Catarinense.
Possui graduação em Desenvolvimento de Recursos Humanos pela Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC (2008) e também em Administração pelo Centro Universitário Franciscano do Paraná - FAE (2014). Especialista em Controladoria e Auditoria pela UNIASSELVI/FAMEBLU (2012). Tem experiência na área de Recursos Humanos e de Administração. Atualmente é mestrando em Desevolvimento Regional, pela FURB.
Fabiane Krumreich Siefert, Fundação Universidade Regional de Blumenau
Possui graduação em Serviço Social pela Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB. Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social.Atualmente cursando Mestrado em Desenvolvimento Regional na Fundação Universidade Regional de Blumenau/FURB. 
Gilberto Friedenreich Santos, Fundação Universidade Regional de Blumenau
Possui graduação em geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1985), Mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1990) e Doutorado em Geografia (Geografia Física) pela Universidade de São Paulo (1996). Atualmente é professor do quadro da Fundação Universidade Regional de Blumenau. Atua em pesquisa na área de Geociências, com ênfase em Geomorfologia e História Ambiental.
Cristiane Mansur Moraes de Souza, Fundação Universidade Regional de Blumenau
Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (1989), mestrado em Urban Design Ma - Oxford Brookes University (1993) e doutorado em Interdisciplinar em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004). Realizou pós-doutorado em ciências ambientais (bolsa CAPES) na Washington State University, Pullman, WA, EUA, (2015-2016). Pertence ao quadro permanente de professores do programa de pós-graduação em desenvolvimento regional e do curso de arquitetura e urbanismo, ambos da Universidade Regional de Blumenau - FURB. É Alumni da Oxford Brookes University (UK) e da Washington State University Alumni Association (USA). Coordena o grupo de pesquisa "Análise Ambiental e ecodesenvolvimento" cadastrado no CNPq.
Publicado
2018-10-05