Análise das relações e ações conjuntas entre as empresas do APL têxtil da região metropolitana de São Paulo: contribuições para o seu crescimento

  • Esdras da Silva Costa Universidade Municipal de São Caetano do Sul - USCS
  • Alessandra Preto Bitante Universidade Municipal de São Caetano do Sul – USCS
  • Lidiane Campos Britto Universidade Municipal de São Caetano do Sul – USCS
  • Luciane Ribeiro Dias Pinheiro Universidade Municipal de São Caetano do Sul – USCS
  • Milton Carlos Farina Universidade Municipal de São Caetano do Sul – USCS
Palavras-chave: Análise de Redes Sociais, Arranjo Produtivo Local, relações e ações conjuntas, região metropolitana de São Paulo.

Resumo

Com base na teoria dos Arranjos Produtivos Locais (APL), as empresas buscam interações, a fim de atender suas necessidades e obter ganhos futuros. O presente artigo busca caracterizar as conexões estabelecidas entre os atores inseridos no APL têxtil da região metropolitana de São Paulo por meio da Análise de Redes Sociais (ARS). Trata-se de uma pesquisa descritiva para evidenciar as conexões estabelecidas entre as empresas do APL. A análise das medidas indicaram pouca cooperação e realização de negócios entre as empresas, de forma que as vantagens de participar do APL necessitam ser mais exploradas. Há necessidade de uma reflexão mais abrangente a respeito da atuação das empresas, dos agentes externos e das potencialidades locais.

Biografia do Autor

Esdras da Silva Costa, Universidade Municipal de São Caetano do Sul - USCS
Doutorando em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do SUL - USCS.
Alessandra Preto Bitante, Universidade Municipal de São Caetano do Sul – USCS
Doutorado em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul - USCS.
Lidiane Campos Britto, Universidade Municipal de São Caetano do Sul – USCS
Doutoranda em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul - USCS.
Luciane Ribeiro Dias Pinheiro, Universidade Municipal de São Caetano do Sul – USCS
Doutoranda em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul - USCS.
Milton Carlos Farina, Universidade Municipal de São Caetano do Sul – USCS
Doutorado em administração, Professor titular do curso de Mestrado e Doutorado da Universidade Municipal de São Caetano do Sul - USCS.

Referências

AHUJA, Gautam. Collaboration networks, structural holes, and innovation: a longitudinal study. Administrative Science Quarterly, v. 45, n. 3, p. 425-55, set. 2000.

ALEJANDRO, Velázquez Álvarez; NORMAN, Aguilar Gallegos. Manual introdutório à análise de redes sociais. Jun. 2005. Disponível em: <http://www2.unicentro.br/lmqqa/files/2016/05/Manualintrodutorio_ex_ucinet.pdf>. Acesso em: 3 maio 2016.

AMATO NETO, João. Redes de cooperação produtiva e clusters regionais: oportunidades para as pequenas e médias empresas. São Paulo: Atlas, 2000.

BRUSCO, Sebastiano; CAINELLI, Giulio; FORNI, Fabrizia; FRANCHI, Maura; MALUSARDI, Alberto; RIGHETTI, Roberto. The evolution of industrial districts in Emilia-Romagna. Geneva: ILO/IILS, 1996.

CARDOSO, Univaldo Coelho; CARNEIRO, Vânia Lúcia Nogueira; RODRIGUES, Édna Rabêlo Quirino. APL: arranjo produtivo local. Brasília: SEBRAE, 2014.

CASSIOLATO, José E.; LASTRES, Helena; MACIEL, Maria Lucia Maciel. Systems of innovation and development: evidence from Brazil. Cheltenham: Edward Elgar, 2005.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

ERBER, Fabio Etefano. Eficiência coletiva em Arranjos Produtivos Locais Industriais: comentando o conceito. Nova Economia, Belo Horizonte, MG, v. 18, n. 1, p. 11-32, jan./abr. 2008.

FARINA, Milton Carlos. Análise de redes sociais. In: GOULART, Elias Estevão (Org.). Mídias sociais: uma contribuição de análise. Porto Alegre, RS: EDIPUCRS, 2014.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

KLINK, Jeroen Johannes. A cidade região: regionalismo e reestruturação no Grande ABC Paulista. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

MARSHALL, Alfred. Princípios de economia. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

MARTELETO, Regina Maria. Análise de redes sociais – aplicação nos estudos de transferência da informação. Revista Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 1, p. 71-81, jan./abr. 2001.

NELSON, Reed. O uso da Análise de Redes Social no estudo das estruturas organizacionais. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 24, n. 4, p. 150-7, out./dez. 1984.

PUCINELLI, Ricardo Henrique; GIORDAN, Marcelo. Análise sociométrica de interações entre professores de ciências em um programa on-line de formação continuada. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS – ENPEC, 10., 24 a 27 de novembro de 2015. Anais... Águas de Lindóia, SP, 2015. p. 1-8.

QUANDT, Carlos Olavo. O desafio da inovação em pequenas e médias empresas: análise de redes interorganizacionais no Arranjo Produtivo Local de Imbituva, Paraná. In: SIMPÓSIO DE GESTÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, 25. Anais... Brasília, out. 2008. p. 1-16.

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (SDECTI). Arranjos Produtivos Locais (APLs). [s.d.]. Disponível em: <http://www.desenvolvimento.sp.gov.br/arranjos-produtivos-locais-(apls)>. Acesso em: 1º ago. 2017.

SÃO PAULO (Estado). Subsecretaria de Assuntos Metropolitanos. [s.d.]. Disponível em: <http://www.sdmetropolitano.sp.gov.br/portalsdm/unidades-regionais.jsp>. Acesso em: 19 jul. 2016.

SCHMITZ, Hubert; NADVI, Khalid. Clustering and industrialization: introduction. World Development, v. 27, n. 9, p. 1503-14, set. 1999.

SCOTT, John. Social network analysis: a handbook. 2. ed. London: SAGE Publications Ltd, 2000.

SILVA, Antônio Brás de Oliveira; MATHEUS, Renato Fabiano; PARREIRAS, Fernando Silva; PARREIRAS, Tatiane A. Silva. Estudo da rede de co-autoria e da interdisciplinaridade na produção científica com base nos métodos de análise de redes sociais: avaliação do caso do programa de pós-graduação em ciência da informação – PPGCI/UFMG. Encontros Bibli: Revista Eletrônica Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, número especial, p. 179-94, 1º sem. 2006.

TOMAÉL, Maria Inês; MARTELETO, Regina Maria. Redes sociais: posições dos atores no fluxo da informação. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, SC, número especial, p. 75-91, 1º sem. 2006.

WASSERMAN, Stanley; FAUST, Katherine. Social network analysis: methods and applications. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.

WITTMANN, Milton Luiz; DOTTO, Dalva Maria Righi. Arranjo Produtivo Local – APL. In: SIEDENBERG, Dieter Rugard. Dicionário do desenvolvimento regional. Santa Cruz do Sul, RS: Edunisc, 2006.

WITTMANN, Milton Luiz; DOTTO, Dalva Maria Righi; BOFF, Vilmar Antonio. Desenvolvimento regional: análise de processos organizacionais de desenvolvimento integrado. In: BECKER, D.; WITTMANN, M. (Org.). Desenvolvimento regional: abordagens interdisciplinares. Santa Cruz do Sul, RS: Edunisc, 2008.

ZANCAN, Claudio; SANTOS, Paulo da Cruz Freire; CAMPOS, Vanessa Oliveira. As contribuições teóricas da análise de redes sociais (ARS) aos estudos organizacionais. Revista Alcance, Biguaçu, SC, v. 19, n. 1, p. 62-82, jan./mar. 2012.

Publicado
2018-02-26