Processos de Rurbanização Contemporânea – o transporte de tração animal em cidades de médio porte: um estudo de caso

  • José Marcos Froehlich Universidade Federal de Santa Maria
  • Rosa Cristina Monteiro Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Ronald Clay dos Santos Ericeira Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Palavras-chave: ruralidade, identidade cultural, carroceiros.

Resumo

O artigo se fundamenta na noção de rurbanidade como operador analítico para situações socioambientais híbridas, que se articulam na tensão entre o meio rural tradicional e a urbanização acelerada dos projetos desenvolvimentistas. A investigação aborda a permanência do uso de transporte de tração animal em contextos de franca urbanização, como processo representativo da condição rurbana. Os resultados demonstram que os carroceiros nem sempre têm a visibilidade social correspondente à sua importância sociocultural.

Biografia do Autor

José Marcos Froehlich, Universidade Federal de Santa Maria

Professor Associado do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural; Pós-Doutor em Antropologia Social; Doutor em Ciências Sociais; Mestre em Sociologia.

 

Rosa Cristina Monteiro, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Professora Associada do Departamento de Psicologia e do PPG em Educação Agrícola da UFRRJ; Doutora em Ciências Sociais
Ronald Clay dos Santos Ericeira, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Professor Adjunto do Departamento e do PPG em Psicologia da UFRRJ; Doutor em Psicologia Social

Referências

CABANES, R.; GEORGES, I. Perspectivas. In: RIZEK, C. S. (Org.) Saídas de emergência: ganhar/perder a vida na periferia de São Paulo. São Paulo: Boitempo, 2011. 480p. (Coleção Estado de Sítio).

CIMADEVILLA, G. Las transformaciones del mapa cultural. In: CIMADEVILLA, G. (Org). Comunicación, tecnologia y desarrollo – discusiones y perspectivas desde el sur. Rio Cuarto: Universidad Nacional de Rio Cuarto, 2002.

CIMADEVILLA, G.; CARNIGLIA, E. (Coord.). Relatos sobre la rurbanidad. Rio Cuarto: Universidad Nacional de Rio Cuarto, 2010.

CRUZ SOUZA, F.; MONTEIRO, R. C. Estúdio de la imagen del médio rural entre sus habitantes y possibles relaciones com los flujos migratórios. In: BENAL, A.; JIMÉNEZ, M.; ELIAS, P. (Org.). Aplicaciones en Psicología Social. Madrid: Universidad de Valencia, 2000. 179p.

ERICEIRA, R. C. S. et al. Rememorações de idosos sobre transformações ambientais em Seropédica: uma análise psicossocial. Memorandum, Belo Horizonte, v. 25, p. 112-126, 2013.

FREYRE, G. Rurbanização: que é? Recife: Ed. Massangana/Fundação Joaquim Nabuco, 1982.

FROEHLICH, J. M. Gilberto Freyre, a história ambiental e a ‘rurbanização’. História Ciências Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 7, n. 2, p. 283-303, 2000.

______. Rural e natureza: a construção social do rural contemporâneo na região central do Rio Grande do Sul. 2002. 195f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade) – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2002.

FROEHLICH, J. M.; DIESEL, V. (Org.). Desenvolvimento rural: tendências e debates contemporâneos. 2. ed. Ijuí: Edunijuí, 2009.

FROEHLICH, J. M.; BRAIDA, C. Antinomias pós-modernas sobre a natureza. História Ciências Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 17, n. 3, p. 627-641, 2010.

LATOUCHE, S. Pequeno tratado do decrescimento sereno. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

LEFEBVRE, H. A cidade do capital. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

MAGNANI, J. De perto e de dentro: notas para uma etnografia urbana. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 17, n. 49, p. 11-29, 2002.

MONTEIRO, R. C. Novas ruralidades e políticas públicas: proposições para um debate. In: FROEHLICH, J. M.; DIESEL, V. (Org.). Desenvolvimento rural: tendências e debates contemporâneos. 2. ed. Ijuí: Edunijuí, 2009.

OLIVEIRA, R. C. O trabalho do antropólogo. São Paulo: UNESP, 2000.

SANTOS, M. A natureza do espaço - técnica e tempo: razão e emoção. São Paulo: HUCITEC, 1996.

______. O tempo nas cidades. Ciência e cultura - Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, São Paulo, v. 54, n. 2, 2002.

VIEGAS, L. Reflexões sobre a pesquisa etnográfica em Psicologia e Educação. Diálogos Possíveis. Salvador, UFBA, n. 1, p. 53-60, 2007.

Publicado
2017-05-30