A educação intercultural e os desafios para a escola e para o professor

  • Vanilda Alves da Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Flavinês Rebolo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica Dom Bosco
Palavras-chave: educação intercultural, escola contemporânea, professores.

Resumo

O artigo discute os desafios enfrentados pelos professores frente às diferenças culturais que permeiam a escola contemporânea. Realizado a partir de uma revisão bibliográfica, traz as principais dificuldades para a escola e para o professor quando se busca uma educação pautada em princípios de igualdade e respeito pelo diferente, que caminhe na perspectiva do diálogo e que considere o ‘outro’ relevante.

Biografia do Autor

Vanilda Alves da Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Professora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Doutoranda em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica Dom Bosco (PPGE/UCDB).
Flavinês Rebolo, Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica Dom Bosco
Doutora em Educação. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica Dom Bosco

Referências

CANDAU, V. M. Diferenças culturais, cotidiano escolar e práticas pedagógicas. Currículo sem Fronteiras, v. 11, n. 2, p. 240-255, 2011.

______. Direitos humanos, educação e interculturalidade: as tensões entre igualdade e diferença. In: CANDAU, V. M. (Org.). Educação intercultural na América Latina: entre concepções, tensões e propostas. Rio de janeiro: 7 Letras, 2009. p. 154-173.

______. A diferença está no chão da escola. In: COLÓQUIO LUSO-BRASILEIRO SOBRE QUESTÕES CURRICULARES, 4. E COLÓQUIO SOBRE QUESTÕES CURRICULARES, 8., 2008. Anais... Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2008.

______. Sociedade, educação e cultura. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

COPPETE, M. C. Educação intercultural e sensibilidade: possibilidades para a docência. 2012. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.

FLEURI, R. M. Intercultura e educação. Revista Brasileira de Educação, n. 23, p. 16-35, 2003.

FLEURI, R. M. (Org.). Intercultura: estudos emergentes. Ijuí, RS: Unijuí, 2002.

FRIED, R. L. The game of school. New York: Jossey-Bass, 2005.

GABRIEL, C. T. Didática crítica multi/intercultural: sobre interlocuções teóricas e construções de objetos. In: CANDAU, V. M. Educação intercultural e cotidiano escolar. Rio de Janeiro: 7Letras, 2006. p. 31-49.

GASPARIN, J. L. Uma didática para a pedagogia histórico-crítica. Campinas, SP: Autores Associados, 2007.

GRILLO, M. O professor e a docência: encontro com o aluno. In: ENRICONE, D. (Org.). Ser professor. Porto Alegre, RS: EDIPUCRS, 2004. p. 73-89.

HERNANDEZ, J. M. da C.; CALDAS, M. P. Resistência à mudança: uma revisão crítica. RAE – Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 41, n. 2, p. 31-45, 2001.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se pra a mudança e a incerteza. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2004.

JESUS, S. N. de. Professor sem stress. Realização e bem-estar docente. Porto Alegre, RS: Mediação, 2007.

______. de. Bem-estar dos professores: estratégias para realização e desenvolvimento profissional. Porto, Portugal: Porto Editora, 1998.

MORAN, E. F. Adaptabilidade humana. São Paulo: Edusp, 1994.

PANSINI, F.; NENEVÉ, M. Educação multicultural e formação docente. Currículo sem Fronteiras, v. 8, n. 1, p. 31-48, 2008.

PERUCCI, A. F. Ciladas da diferença. São Paulo: Editora 34, 1999.

SÁ, M. J. R. de; CORTEZ, D. de S. Desafios contemporâneos ao trabalho docente: mediações de saberes multi/interculturais no cotidiano educativo. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO COMPARADA, 5., 2012. Anais... Belém do Pará, 2012. Disponível em: <http://www.sbec.org.br/evt_2012.php>.

SANTOS, B. de S. Reconhecer para libertar: os caminhos do cosmopolitanismo multicultural. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

SERPA, A. Cultura escolar em movimento: diálogos possíveis. Rio de Janeiro: Rovelle, 2011.

SILVA, S. R.; ALMEIDA, M. de L. P. de. Inclusão, reconhecimento e políticas educacionais no Brasil. In: NASCIMENTO, A. C.; LOPES, M. C. L. P.; BITTAR, M. (Org.). Relações interculturais no contexto da inclusão. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2012. p. 19-38.

TARDIFF, M.; LESSARD, C. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

Publicado
2017-03-10