A territorialização do desenvolvimento: Construindo uma proposta metodológica

  • Lucas Labigalini Fuini Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Palavras-chave: Violência. Desenvolvimento social. Capital social.

Resumo

O presente texto tem por objetivo construir um conjunto metodológico para estudos envolvendo osaspectos territoriais do desenvolvimento, a partir de dois planos de investigação: o analítico, referente às categoriase modelos de desenvolvimento dentro do repertório da territorialização-desterritorialização-reterritorialização;e o conceitual, referente às concepções de território, desenvolvimento territorial, em seus aspectos qualitativos,escalares e temporais.

Referências

BENKO, Georges. Economia, espaço e globalização: na aurora do século XXI. São Paulo: Hucitec, 1996.

BOISIER, Sérgio. Desarollo (local): De que estamos hablando? In: BECKER, Dinizar; BANDEIRA, Pedro S. F., Desenvolvimento local/regional: determinantes e desafi os contemporâneos. Santa Cruz do Sul: Unisc, 2000. p. 151-185.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2003.

CASTRO, Iná E. O problema da escala. In: CASTRO, Iná E. et al. Geografi a: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

DALLABRIDA, Valdir R.; SIEDENBERG, Dieter; FERNANDEZ, Víctor R. Desenvolvimento a partir da perspectiva territorial. Desenvolvimento em questão, Unijuí, ano 2, n. 4, jul./dez. 2004.

DIAS, Leila C. Redes: Emergência e organização. In: CASTRO, Iná E. et al. Geografi a: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

FURTADO, Celso. Raízes do subdesenvolvimento. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

HAESBAERT, Rogério. O mito da desterritorialização: Do “fi m dos territórios” à multiterritorialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.

______. A desterritorialização: Entre as redes e os aglomerados de exclusão. In: CASTRO, I. E. et al. Geografi a: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006. p. 165-206.

INTERAÇÕES, Campo Grande, v. 15, n. 1, p. 21-34, jan./jun. 2014. 34 Lucas Labigalini Fuini

______. Des-reterritorialização e identidade: a rede “ gaúcha” no Nordeste. Niterói: EDUF, 1997.

HAESBAERT, Rogério; PORTO-GONÇALVES, Carlos W. A nova desordem mundial. São Paulo: Edunesp, 2006.

HAESBAERT, Rogério; LIMONAD, E. O território em tempos de globalização. GeoUERJ, Rio de Janeiro, UERJ, v. 3, n. 5, p. 7-20, 1999.

HARVEY, David. Condição pós-moderna. 18. ed. São Paulo: Edições Loyola, 2009.

LIPIETZ, Alain; LEBORGNE, Danièle. O pós-fordismo e seu espaço. Espaço e debates, São Paulo, n. 25, p. 12-29, 1988.

PECQUEUR, B. A guinada territorial da economia global. Política e sociedade, Florianópolis, n. 14, abr. 2009.

PIRES, Elson Luciano S. As lógicas territoriais do desenvolvimento: diversidades e regulação. Interações, Campo Grande, v. 8, n. 2, set. de 2007.

RANDOLPH, Rainer. Sociedade em rede: Paraíso ou pesadelo? Refl exões acerca de novas formas dearticulação social e territorial das sociedades. GeoUERJ, ano 1, n.2, p. 27-53, 1999.

RANDOLPH, Rainer. Novas redes e novas territorialidades. III Simpósio Nacional de Geografi a Urbana (Sinpurb). Rio de Janeiro: AGB/UFRJ/IBGE/CNPq, 1993.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1996.

______. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. São Paulo/Rio de Janeiro: Record, 2001.

______. Por uma Geografi a nova: da crítica da Geografi a a uma Geografi a crítica. 6. ed. São Paulo: Edusp, 2002.

SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria Laura. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. 10. ed. São Paulo/Rio de Janeiro: Record, 2010.

SAQUET, Marcos A. Abordagens e concepções de território. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

SPÓSITO, Eliseu S. Geografi a e Filosofi a: Contribuições para o ensino do pensamento geográfi co. São Paulo: Edunesp, 2004.

Publicado
2015-11-25