Estudo ergonômico da expedição de uma empresa de distribuição de medicamentos

  • Édson Mauro Carvalho Dutra Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL
  • Guilherme Linhares Laureano Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL
  • Ana Regina de Aguiar Dutra Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL
Palavras-chave: estudo ergonômico, logística, saúde do trabalhador.

Resumo

Este projeto visa abordar um estudo ergonômico da expedição de uma empresa de distribuição de medicamentos, situada no Estado de Santa Catarina, de forma a subsidiar a melhoria nas condições técnicas, ambientais e organizacionais da empresa estudada, ou seja, mostrar as condições e características fornecidas pela empresa aos trabalhadores, quanto aos critérios técnicos, ambientais e organizacionais. A metodologia empregada seguiu as etapas da Análise Ergonômica do Trabalho (AET).

Biografia do Autor

Édson Mauro Carvalho Dutra, Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL
Na área de Ciências Sociais e Aplicadas, é Tecnólogo formado em Logística pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), Tecnólogo formado em Processos Gerenciais pelo Centro Universitário Leonardo Da Vinci (UNIASSELVI). Atualmente está cursando Bacharel em Engenharia de Produção pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Foi professor no Centro de Estudos Pré-Universitário SC (CEPU), ministrando a disciplina de Plano de Negócios. No mercado de trabalho, atua como Assistente Acadêmico na Gerência de Ensino, de Pesquisa e de Extensão na Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), onde exerce atividades relacionadas à recepção da Comissão Avaliadora do MEC, para Reconhecimento de Cursos de Graduação da Universidade.
Guilherme Linhares Laureano, Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL
É gestor de produção na empresa Nanovetores S/A. Graduando em Engenharia de Produção na Universidade do Sul de Santa Catarina.
Ana Regina de Aguiar Dutra, Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL
Possui graduação em Matemática pela Universidade Federal de Santa Catarina (1986), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (1990) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999). Atualmente é professor titular da Universidade do Sul de Santa Catarina. Tem experiência na área de Engenharia de Produção, com ênfase em Ergonomia, atuando principalmente nos seguintes temas: ergonomia, produtos e processos produtivos, desenvolvimento sustentável, educação.

Referências

ABRAHÃO, J.; SZNELWAR, L.; SILVINO, A.; SARMET, M.; PINHO, D. Introdução à ergonomia: da prática à teoria. São Paulo: Edgard Blucher, 2009.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Manual de aplicação da Norma Regulamentadora n. 17. 2. ed. Brasília: MTE, SIT, 2002. Disponível em: <http://www.ergonomia.ufpr.br/MANUAL_NR_17.pdf>. Acesso em: 4 jan. 2017.

CORLETT, E. N.; MANENICA, I. The effects and measurement of working postures. Applied Ergonomics, Trondheim, v. 11, n. 1, p. 7-16, 1980.

DUL, J.; WEERDMEESTER, B. Ergonomia prática. Tradução de por Itiro Iida. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: Edgard Blucher, 2004.

IIDA, I. Ergonomia: projeto e produção. 2. ed. São Paulo: Edgard Blucher, 2005.

HELFENSTEIN JUNIOR, M.; GOLDENFUM, M. A.; SIENA, C. Lombalgia ocupacional. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 56, n. 5, p. 583-9, 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ramb/v56n5/v56n5a22.pdf> Acesso em: 3 jan. 2017.

MORAES, A.; MONT’ALVÃO, C. M. Ergonomia: conceitos e aplicações. Rio de Janeiro: Editora 2AB, 2000.

MÁSCULO, F. S.; VIDAL, M. C. Ergonomia: trabalho adequado e eficiente. Rio de Janeiro: Elsevier/ABEPRO, 2011.

NATIONAL INSTITUTE FOR OCCUPATIONAL SAFETY AND HEALTH (NIOSH). Applications manual for the revised NIOSH lifting equation. Cincinnati, OH: U.S. Dept. of Health and Human Services. Public health Service, 1994. Disponível em: <https://www.cdc.gov/niosh/docs/94-110/pdfs/94-110.pdf >. Acesso em: 5 jan. 2017.

REVISTA CIPA. Dor nas costas é a principal causa de afastamento do trabalho. 16/07/2016. Disponível em: <http://revistacipa.com.br/dor-nas-costas-e-a-principal-causa-de-afastamento-do-trabalho/>. Acesso em: 3 jan. 2017.

ROSE, J. D.; MENDEL, E.; MARRAS, W. S. Carrying and spine loading. Ergonomics, v. 56, n. 11, p. 1722-1732, 2013. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1080/00140139.2013.835870>. Acesso em: 3 jan. 2017.

SANTOS, N.; FIALHO, F. Manual de análise ergonômica do trabalho. Curitiba: Genesis, 1995.

VIDAL, M. C. Guia para análise ergonômica do trabalho na empresa: uma metodologia realista, ordenada e sistemática. Rio de Janeiro: Virtual Científica, 2003.

Publicado
2017-07-31