Proposta de Zoneamento Ambiental para a bacia transfronteiriça do rio Apa

  • Edwaldo Henrique Bazana Barbosa
  • Arnaldo Yoso Sakamoto
  • Vitor Matheus Bacani
Palavras-chave: zoneamento ambiental, fragilidade ambiental, geotecnologias.

Resumo

O estudo teve como objetivo elaborar uma proposta de zoneamento ambiental, usando geotecnologias para a bacia transfronteiriça do rio Apa, localizada entre os paralelos 22° 36’ 51” S e 20° 57’ 37” S e os meridianos 55° 52’ 28” W e 57° 59’ 38” W, com uma área de aproximadamente 15.433,00 km², na fronteira do Brasil como Paraguai. Os métodos de investigação incluíram a aplicação da legislação ambiental (especificamente a Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012 e Ley nº 422/73 Florestal) e análise da fragilidade ambiental.

Referências

ARCGIS/ARCINFO – Esri Inc. ArcGis Version 10. Environmental Systems Research Institute Inc. New York, 2012. 1 Cd Rom. BRASIL. Plano de conservação da bacia do alto Paraguai: análise integrada e prognóstico da Bacia do Alto Paraguai. Brasília: PNMA, 1997. 369p.

_______. Áreas prioritárias para conservação, uso sustentável e repartição de benefícios da biodiversidade brasileira: atualização - Portaria MMA n. 9, de 23 de janeiro de 2007. Ministério do Meio Ambiente, Secretaria de Biodiversidade e Florestas. Brasília: MMA, 2007.

______. Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 28 maio 2012.

______. Moção n. 14. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 mar. 2003.

CIDEMA. Avaliação dos Recursos Hídricos da bacia transfronteiriça do rio Apa – Mato Grosso do Sul. Relatório final. CIDEMA/SRH/MMA. Campo Grande, MS, 2003.

CREPANI, Edison et al. Sensoriamento remoto e geoprocessamento aplicados ao Zoneamento Ecológico-Econômico e ao ordenamento territorial. São José dos Campos, SP: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, 2001.

DE BIASE, M. A Carta Clinográfica. Os métodos de representação e elaboração. Revista do Departamento de Geografia, (6), p. 45-61, 1992.

DURIGAN, Giselda et. al. Manual para recuperação da vegetação de cerrado. 3. ed. rev. e atual. São Paulo: SMA, 2011.

GOROSTIAGA, Oscar López et al. Estudio de Reconocimiento de suelos, capacidad de uso de la tierra y propuesta de ordenamiento territorial preliminar de la Región Oriental del Paraguay. Proyecto de Racionalización del uso de la tierra. Asunción, Paraguay: SSERNMA/ MAG/Banco Mundial, 1995.

LANDIM, Paulo M. Barbosa. Introdução aos métodos de estimação espacial para confecção de mapas. DGA, IGCE, UNESP/Rio Claro, Lab. Geomatemática, Texto Didático 02, 20p., 2000. Disponível em: <htpp://www.rc.unesp. br/igce/aplicada/textodi.html>. Acesso em: 22 nov. 2014.

LANDIS, J. Richard; KOCH, Gary. G. The measurement of observer agreement for categorical data. Biometrics 33 (1), p.159-174, 1977.

MATO GROSSO DO SUL. Macrozoneamento Geoambiental do Estado do Mato Grosso do Sul. Campo Grande, 1985.

MOREIRA, Maurício Alves. Fundamentos do sensoriamento remoto e metodologias de aplicação. 2. ed. Viçosa, MG: UFV, 2005. 307 p.

PARAGUAY. Ley n. 422 Florestal. Assuncion, 1973. Disponível em: <http://www.seam.gov.py/legislaciones- ambientales.html>. Acesso em: 18 fev. 2013.

______. Ley n. 3.239 de los Recursos Hidricos Del Paraguay. Assuncion, 2007a. Disponível em: <http://www.seam. gov.py/legislaciones-ambientales.html>. Acesso em: 18 fev. 2013.

PARAGUAY. Unidad de Gestión de Riesgos (UGR), Ministerio de Agricultura y Ganadería (MAG). BOLETIN “Unidad de Gestión de Riesgos”. Asunción, 2007b.

POTT, Arnildo; POTT, Vali Joana. Plantas nativas para recuperação de áreas degradadas e reposição de vegetação em Mato Grosso do Sul. Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte, 2003. (Comunicado Técnico 75).

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELA VISTA. Lei Municipal Complementar nº 019/2006, de 10 de outubro de 2006.

ROSS, Jurandyr Luciano Sanches. Análise empírica da fragilidade dos ambientes naturais e antropizados. Revista do Departamento de Geografia, (8), p. 63-74, 1994.

SEMAC/MS. Resolução nº 18 de 05 de Agosto de 2008. Diário Oficial do Estado, Campo Grande, MS, 6 ago. 2008.

SOUZA, Marcelo Lopes de. Mudar a cidade: uma introdução crítica ao planejamento e à gestão urbanos. 3. ed. Rio de Janeiro: Bertrand, 2004.

Publicado
2016-06-02