Metas de produção em cooperativas de recicláveis: tensões entre ambiente cooperativo e atuação competitiva

  • José Ronaldo S. Fernandes
  • André Pires
Palavras-chave: cooperativismo, catadores, educação.

Resumo

Este artigo visa refletir sobre tensões que surgem a partir do estabelecimento de metas de produção em cooperativas de reciclagem. A partir de um estudo de caso que envolveu experiências no âmbito de uma cooperativa de segundo grau do município de Campinas, SP, este texto busca evidenciar que a implantação das metas trouxe como consequência aumento e previsibilidade da renda, demandas dos(as) cooperados(as). Em nosso entendimento, o sucesso do sistema de metas se deu porque sua adoção não rompeu com os processos de escolha e decisão das cooperativas, mas adaptou-se a eles.

Referências

BARRETO, Raquel de Oliveira; PAULA, Ana Paula Paes. Os dilemas da economia solidária: um estudo acerca da dificuldade de inserção dos indivíduos na lógica cooperativista. Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. 7, n. 2, artigo 2, jun. 2009.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e do Combate à Fome. 2004. Disponível em: <http:// www.mds.gov.br/falemds/perguntas-frequentes/ assistencia-social/assistencia-social/usuario/pnaster -politica-nacional-de-assistencia-social-institucional>. Acesso em: 31 out. 2014.

______. Ministério do Trabalho e Emprego/Secretaria Nacional de Economia Solidária. Avanços e Desafios para as Políticas Públicas de Economia Solidária no governo Federal - 2003/2010. Brasília, 2012.

______. Ministério do Trabalho e Emprego/Secretaria Nacional de Economia Solidária. Acontece SENAES, Edição Especial. Brasília, 2013.

CASTEL, Robert. As metamorfoses da questão social: uma crônica do salário. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

GORZ, André. Metamorfoses do trabalho: crítica da razão econômica. São Paulo: Annablume, 2003.

HARVEY, David. A condição pós-moderna. São Paulo: Edições Loyola, 1994.

LEITE, Marcia de Paula. A economia solidária e o trabalho associativo. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 24, n. 69, fev. 2009.

LIMA, Jacob Carlos Lima. O trabalho autogestionário em cooperativas de produção: o paradigma revisitado. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 19, n. 56, out. 2004.

OFFE, Claus . Full Employment: Asking the Wrong Question? Dissent, p. 77-81, Winter 1995.

POLANYI, Karl. A grande transformação: as origens da nossa época. Rio de Janeiro: Elsevier, 2000.

SENNETT, Richard. The Corrosion of Character. New York: W.W. Norton & Company, 1999.

SINGER, Paul. Introdução à economia solidária. 1. ed. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2002.

TAVARES, Maria da Conceição. A era das disto(pias). Revista Insight Inteligência, ano XVI, n. 64, jan./fev./ mar. 2014.

Publicado
2016-06-02