Fatores determinantes da dependência de crack na tríplice fronteira – Brasil, Bolívia e Paraguai

  • André Barciela Veras Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)
Palavras-chave: Crack. Matriz de Corvalán. Saúde Ambiental.

Resumo

Através da experiência dos profissionais da assistência, docentes e usuários, caracterizamos os fatores geradores da dependência de crack/pasta-base na região, utilizando a Matriz de Corvalán. O uso da Matriz de Corvalán para uma condição de saúde diferente das doenças infecto-parasitárias mostrou-se produtivo. Nesse caso em particular, para a ampliação do entendimento dos determinantes ambientais para a dependência de crack.

 

Referências

ABRAMOVAY, M.; CASTRO, M. G. Drogas nas escolas – versão resumida. Brasília: Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, 2005.

BRASIL. Tribunal de Contas da União/Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas. Relator Ministro Aroldo Cedraz. Brasília: TCU, Secretaria de Fiscalização e Avaliação de Programas de Governo, 2012.

CARLINI, E. A.; GALDURÓZ, J. C.; NOTO, A. R., NAPPO, S. A. I Levantamento domiciliar nacional sobre uso de drogas psicotrópicas no Brasil (2001). São Paulo: Secretaria Nacional Antidrogas/Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas, 2002.

CARLINI, E. A. (Sup.); GALDURÓZ, J. C. (Coord.) et al. II Levantamento domiciliar sobre o uso de drogas psicotrópicas no Brasil: estudo envolvendo as 108 maiores cidades do país - 2005. São Paulo: Páginas & Letras, 2007.

CORVALÁN, C. F.; KJELLSTRÖM, T.; SMITH, K. R. Health, Environment and Sustainable Development. Identifying Links and Indicators to Promote Action. Epidemiology, v. 10, n. 5, p. 656-60, 1999.

DICKSON-GOMEZ, J. Structural factors influencing patterns of drug selling and use in the San Salvador metropolitan area. Medical Anthropology Quarterly, v. 24, n. 2, p. 157-181, 2010.

DUALIBI, L. B.; RIBEIRO, M.; LARANJEIRA, R. Profile of cocaine and crack users in Brazil. Cad Saúde Pública, v. 24, s. 4, p. 545-57, 2008.

GUIMARÃES, L. A. M.; GRUBITS, S. Alcoolismo e violência em etnias indígenas: Uma visão crítica da situação brasileira. Psicologia & Sociedade, v. 19, n. 1, p. 45-51, 2007.

GUINDALINI, C.; VALLADA, H.; BREEN, G.; LARANJEIRA R. Concurrent crack and powder cocaine users from Sao Paulo: do they represent a different group? BMC Public Health, v. 6, p. 10, 2006.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo 2010. Disponível em: < http://www.ibge.gov.br/home/>.

MIECH, R. A.; CHILCOAT, H; HARDER, V. S. The increase in the association of education and cocaine use over the 1980s and 1990s: evidence for a 'historical period' effect. Drug Alcohol Depend, v. 79, n. 3, p. 311-20, 2005.

NAPPO, S. A.; SANCHEZ, Z. M.; RIBEIRO, L. A. Is there a crack epidemic among students in Brazil?: comments on media and public health issues. Cad Saúde Pública, v. 28, n. 9, p. 1643-9, 2012.

NOTO, A. R. et al. Levantamento nacional sobre uso de drogas entre crianças e adolescentes em situação de rua nas 27 capitais brasileiras – 2003. São Paulo: Secretaria Nacional Antidrogas/Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas, 2003.

PASSOS, S. R.; CAMACHO, L. A. B. Características da clientela de um centro de tratamento para dependência de drogas. Rev Saúde Pública, v. 32, p. 64-71, 1998.

PEIXOTO, C.; PRADO, C. H. O.; RODRIGUES, C. P.; CHEDA, J. N. D.; MOTA, L. B. T.; VERAS, A. B. Impact of clinical and socio-demographic profiles in treatment adherence of patients attending a day hospital for alcohol and drug abuse. J Bras Psiquiatr, v. 59, n. 4, p. 317-21, 2010.

SANTOS CRUZ et al. Key drug use, health and socio-economic characteristics of young crack users in two Brazilian cities. Int J Drug Policy, v. 24, n. 5, p. 432-8, 2013.

SILVA, V. G. B.; SOARES, C. B. Messages about drugs from rap: how to survive in the periferia. Ciência & Saúde Coletiva, v. 9, n. 4, p. 975-85, 2004.

SUTIN, A. R.; EVANS, M. K.; ZONDERMAN, A. B. Personality traits and illicit substances: The moderating role of poverty. Drug Alcohol Depend, v. 131, n. 3, p. 247-51, 2012.

UNITED NATIONS. Agenda 21: the United nations programme of action from Rio. New York: United Nations, 1993.

VARGENS, R. W.; CRUZ, M. S.; SANTOS, M. A. Comparison between crack and other drugs abusers in a specialized outpatient facility of a university hospital. Rev Lat Am Enfermagem, Spec No, p. 804-12, 2011.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (WHO). Sustainable Development and Healthy Environments. Environmental health indicators: Framework and methodologies. Geneva, 1999.

Publicado
2016-03-01